Alemanha testa reator nuclear que pode revolucionar setor energético


Nesta quinta-feira (10/12), a Alemanha testou pela primeira vez o reator de fusão nuclear Wendelstein 7-X, que levou 19 anos para ser concluído. Os estudos são conduzidos pelo Instituto Max Planck de Física do Plasma (IPP), em Greifswald, cidade no nordeste do país. O Wendelstein 7-X, maior reator de seu tipo no mundo, custou 1 bilhão de euros para ser construído e demandou 1,1 milhão de horas de trabalho. A tecnologia de fusão nuclear utiliza átomos de hidrogênio para formar hélio e, conforme o IPP, um grama de hidrogênio poderia gerar 90 mil quilowatts-hora de energia — a mesma quantidade produzida pela combustão de 11 toneladas de carvão — com a produção de quantidades significativamente menores de lixo atômico.

Foto: S. Sauer / dpa / picture-alliance.

1 comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s