Ex-crianças-soldado de Serra Leoa são enviadas para o Iraque como mercenários


Empresas de segurança britânicas empregaram milhares de ex-crianças-soldado de Serra Leoa no Iraque, denunciou o acadêmico dinarmaquês Maya Mynster Christensen. O governo do país africano incentivaria a prática a fim de gerar recursos financeiros, enquanto as companhias diminuiriam suas despesas com a contratação de mercenários “mais baratos”. Os que foram enviados atuariam como guardas em bases militares dos EUA e muitos seriam tratados como escravos.

Foto: AP

1 comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s