Coreia do Sul encobriu trabalho escravo e assassinatos nas décadas de 70 e 80


A Coreia do Sul encobriu diversos casos de abuso e assassinatos durante as décadas de 70 e 80, segundo a agência de notícias AP.  Documentos do governo mostram que a instituição Brothers Home, que recebia os considerados “vagabundos” pelas autoridades, foi palco de trabalho escravo, tortura e de diversas mortes (pelo menos 513). Os prisioneiros, normalmente crianças, mendigos, comerciantes de rua, deficientes e dissidentes capturados pela polícia, trabalhavam em diversas fábricas em regime de semiescravidão. O governo encerrou as investigações em 1987 e afirmou que agora as evidências são muito antigas para uma nova.

Foto: Reuters

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s