A industrialização da guerra: perfil de força, gestão do estado e mudança no regime de acumulação de capital (1850–1950)


Confira aqui a monografia do pesquisador do ISAPE, João Arthur da Silva Reis, sobre a industrialização da guerra e seus impactos no perfil de força, na gestão do Estado e na mudança do regime de acumulação de capital dos países centrais ao Sistema Internacional de 1850 a 1950. O trabalho trata de que maneira a evolução no perfil das forças armadas, notadamente dos EUA e da Prússia/Alemanha, a partir da industrialização da guerra, impactou na ascensão do industrialismo e na consolidação do regime de acumulação fordista/keynesiano de meados do século XIX até o século XX, passando pela Guerra Civil dos EUA, Guerra Franco-Prussiana e as duas Guerras Mundiais.

Mulheres trabalhando em fábrica de munições no Canadá durante a Primeira Guerra Mundial. Foto: n.i.

2 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s