Guinada à direita no Itamaraty, por Celso Amorim


Em artigo publicado na Folha de S. Paulo (22/05), o ex-ministro e diplomata Celso Amorim critica as mudanças da política externa brasileira após a posse do novo ministro das Relações Exteriores José Serra. Para Amorim, as notas divulgadas pelo MRE contra países amigos e vizinhos do Brasil (além de criticarem a Unasul) mostram nas entrelinahs a arrogância e prepotência do novo governo. O autor também rejeita a ideia de uma política externa “sem ideologia”, afirmando que a política externa supostamente “partidária” dos governos anteriores conseguiram feitos notáveis no âmbito internacional. Por fim, além de criticar a falta de importância dada à África e ao Oriente Médio, Amorim critica fortemente a ideia de enfraquecer o Mercosul e entrar nos chamados mega-acordos, que diminuiriam a soberania do Brasil.

Foto: Evaristo Sá / AFP

1 comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s