Justiça da Argentina condena ex-militares por participação na Operação Condor


Na última sexta-feira (27/05), a Justiça argentina condenou 15 ex-militares a penas de prisão que variam de 8 a 25 anos por participarem da chamada Operação Condor. Entre eles está Reynaldo Bignone -condenado a 20 anos de prisão-, o último ditador do regime militar.  Esta é a primeira vez que a Justiça comprova a coordenação entre ditaduras da América do Sul no sequestro e desaparecimento de opositores políticos nas décadas de 1970 e 1980.

Reynaldo Bignone Foto: E. Garcia Medina / dpa / picture-alliance

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s