Governo da Turquia suspende 15 mil funcionários do Ministério da Educação


Nesta terça-feira (19/07), o governo da Turquia afastou mais de 15 mil funcionários do Ministério da Educação. O governo afirma que os afastados são suspeitos de participarem da tentativa de golpe e de integrarem a rede de seguidores de Fethullah Gülen, acusado por Ancara de ser um líder terrorista. Oficiais do governo e do Serviço de Inteligência da Turquia (MIT) também foram afastados. Além disso, foram revogadas as licenças de 21 mil professores que trabalham em instituições particulares. O governo também exigiu a renúncia de todos os reitores de universidades do país (cerca de 1.577) e fechou diversos canais de comunicação.

Foto: picture-alliance / abaca

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s