Autor: mscalabrin

Exército nigeriano acusado de massacrar civis no centro do país


Líderes comunitários do Estado de Plateau, no centro da Nigéria, acusaram tropas do governo de matar dezenas de civis e de queimar vilarejos em represália à morte de seis militares por forças tribais da região. Tropas nigerianas teriam chegado à região no sábado (02/05) à noite e aberto fogo contra a população. Não há relação do caso com a luta contra o grupo extremista Boko Haram, no leste do país.

Foto: Quentin Leboucher / AFP / Getty Images

Foto: Quentin Leboucher / AFP / Getty Images

Anúncios

Questão da Crimeia pode acentuar divisões no Cazaquistão


A anexação da Crimeia pela Rússia pode estar acentuando divisões internas no Cazaquistão, que possui considerável população de origem russa no norte do país. Já há quem demonstre preocupação com o país da Ásia Central tornar-se a próxima Ucrânia, ainda que não haja indícios de uma ameaça iminente neste sentido. Assim como no país do leste europeu, o alinhamento estratégico do governo do Cazaquistão é um elemento fundamental para que haja disputa geopolítica na região.

O presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev Foto: Alexei Filippov / AP

O presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev
Foto: Alexei Filippov / AP

Imigração judaica para Israel cresce 40% neste ano


Israel está recebendo um incremento na imigração de origem judaica de 40% neste ano, principalmente da Rússia e da Ucrânia devido à crise fronteiriça entre esses países. Apesar dos ataques terroristas de janeiro em Paris, a migração da Europa Ocidental permanece nos níveis habituais. A França foi a principal país de origem de imigrantes em 2014, seguindo uma tendência dos últimos quatro anos.

Foto: Oliver Weiken / EPA

Foto: Oliver Weiken / EPA

Índia limita aquisições da marinha à indústria nacional


O Ministério da Defesa indiano decidiu que todas as aquisições de navios e submarinos deverão ser feitas a indústrias nacionais. A Marinha da Índia deve investir cerca de 50 bilhões de dólares nos próximos dez anos. Seis submarinos convencionais que já estão sendo negociados poderão contar com empresas estrangeiras na fase de projeto, mas deverão ser construídos no território indiano. Os estaleiros estatais indianos estão trabalhando na sua capacidade máxima, o que faz os estaleiros privados serem os principais beneficiados pela decisão do governo indiano.

ABG, o maior estaleiro privado da Índia Foto: Sam Panthaky / AFP

ABG, o maior estaleiro privado da Índia
Foto: Sam Panthaky / AFP

Militares prometem respeitar a Constituição no Burundi


Com protestos relacionados à pretenção do presidente Pierre Nkurunziza de candidatar-se a uma segunda reeleição, o Ministro da Defesa do Burundi, Pontien Gaciyubwenge, afirmou que as forças armadas do país não vão violar a Constituição ou o tratado de paz que encerrou a guerra civil no país há 12 anos. Gaciyubwenge pediu para as demais elites políticas do país para também respeitar os documentos. Há dúvidas se a candidatura de Nkurunziza viola ou não os acordos de paz e a Constituição do país.

Militares do Burundi Foto: Reuters / Thomas Mukoya

Militares do Burundi
Foto: Reuters / Thomas Mukoya

Crise e oportunidade na Argélia com queda dos preços do petróleo


Cerca de dois terços do orçamento do governo da Argélia dependem do mercado do petróleo, além de 97% das exportações do país serem de hidrocarbonetos. Com a queda dos preços da commodity, uma esperada crise atinge a economia do país. Mas o momento difícil para a economia argelina está sendo visto como oportunidade para investidores em setores voltados para o mercado interno como o de comunicações. A diversificação da economia argelina, que está em pauta no país há mais de trinta anos, se torna um desafio muito grande quando os preços de seu principal produto estão em alta. Agora, há espaço para investimentos em áreas inovadoras e para o empreendedorismo em setores não ligados ao petróleo.

Foto: Farouk Batiche / Agence France-Presse / Getty Images

Foto: Farouk Batiche / Agence France-Presse / Getty Images

EUA se aproximam do Sri Lanka com visita de John Kerry


O Secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, fez a primeira visita ao Sri Lanka de um alto funcionário do país em uma década. Kerry se comprometeu em aprofundar as relações com o país localizado em um ponto estratégico do Oceano Índico. Em encontro com o presidente Maithripala Sirisena e o primeiro ministro Ranil Wickremesinghe, Kerry ouviu o compromisso do governo do país de melhorar as relações com o grupo étnico Tamil.

Foto: Andrew Harnik  / AFP / Getty Images

Foto: Andrew Harnik / AFP / Getty Images

Monarquias do Golfo devem pressionar EUA por estratégia para o Irã


Com a perspectiva de um acordo nuclear com o Irã ser assinado em junho, as monarquias do Golfo Pérsico devem pressionar os Estados Unidos por um plano para conter Teerã. Diálogos nesse sentido deverão ganhar corpo na Cúpula de Camp David em meados de maio, em que líderes das monarquias se reunirão com Obama. Um alto oficial dos países do golfo afirmou que não agirão como o Primeiro Ministro israelense, Benjamin Netanyahu, confrontando as decisões soberanas dos EUA, mas que vão se preparar para o mundo que emergirá após os acordos.

Foto: The White House / Getty Images

Foto: The White House / Getty Images

Shinzo Abe defende TPP e estratégia dos EUA no Pacífico


Em artigo publicado no site de opinião Project Syndicate, o Primeiro Ministro japonês, Shinzo Abe, atualmente em visita aos Estados Unidos, defendeu o estreitamento das relações bilaterais dos países. Abe defendeu o que chama de valores liberais estadunidenses e o aprofundamento da Parceria Trans-Pacífico, afirmando que o setor agrário japonês precisa passar por reformas. O líder japonês defendeu um aprofundamento da cooperação militar com os EUA, afirmando que defende a estratégia estadunidense de rebalanceamento no Pacífico. Para tanto, Abe afirmou estar se aproximando da Austrália, Índia, dos países da Asean e da Coreia do Sul.

Foto: Shizuo Kambayashi / AP

Foto: Shizuo Kambayashi / AP

Líder do “EI” é tratado por ferimento devido a ataque aéreo


O líder do grupo terrorista sunita “Estado Islâmico”, Abu Bakr al-Baghdadi, estaria se recuperando, há dois meses, de um ferimento ocorrido devido a um ataque aéreo dos Estados Unidos. Al-Baghdadi teria tido um ferimento na espinha que está sendo tratado por dois médicos em um esconderijo na cidade de Mosul, norte do Iraque. Neste período, o vice-líder do grupo, Abu Alaa al-Afri, estaria comandando suas operações.

O líder do "Estado Islâmico", Abu Bakr al-Baghdadi Foto: AFP / Getty Images

O líder do “Estado Islâmico”, Abu Bakr al-Baghdadi
Foto: AFP / Getty Images

China identifica vulnerabilidades a ataques cibernéticos do exterior


Após um ataque a um servidor chinês na última quinta-feira (30/04), especialistas alertaram para vulnerabilidades da infraestrutura do país frente a ataques cibernéticos vindos do exterior. Segundo um relatório, o número de ataques a agências do governo, infraestrutura cibernética e importantes organizações industriais chinesas estaria aumentando. O estudo, elaborado por uma agência não-governamental, afirma que ainda que medidas preventivas tenham sido tomadas, os riscos permanecem altos.

Foto: China Daily

Foto: China Daily

Noruega incrementará orçamento militar em 500 mi de dólares


A Noruega vai aumentar seu orçamento militar em 500 milhões de dólares ao ano em clara resposta ao aumento das capacidades militares russas no norte do país e no Báltico. O governo norueguês pretende construir o primeiro sistema de defesa antiaérea do país. O sistema a ser desenvolvido deverá ser posto em operação no norte norueguês. Um programa de modernização dos tanques Leopard 2 de origem alemã também consumirá parte dos valores adicionados ao orçamento militar.

Foto: Kongsberg

Foto: Kongsberg

A nova dinâmica de poder no Leste Asiático da perspectiva sul-coreana


Clint Work analisa o surgimento de um novo paradigma nas relações no Leste Asiático com o fim da Guerra Fria a partir da política externa da Coreia do Sul. Segundo o autor, a península coreana constitui um importante local de disputa geopolítica na região, cuja análise contribui para a compreensão de novos padrões nas relações regionais. Work analisa quatro aspectos da política externa sul-coreana que indicam o estado das relações na região. Entre eles está a predominância de um novo conceito de soberania nacional na elite do país.

Foto: Kevin Lamarque / Reuters

Foto: Kevin Lamarque / Reuters

Guatemala terá eleições antecipadas por fragilização do governo


A apenas oito meses das próximas eleições, o Tribunal Superior Eleitoral da Guatemala convocará eleições gerais antecipadas no próximo sábado frente a sucessivas denúncias de corrupção do governo de Otto Pérez Molina. O país da América Central vive um momento de fragilidade política e perda de legitimidade com a população depois de trinta anos de democratização. O Estado guatemalteco passa por dificuldades financeiras no momento que o Ministério Público do país denunciaram um caso de corrupção nas fronteiras do país no último dia 16/03.

Foto: EFE

Foto: EFE

China e Coreia do Sul criticam discurso de Shinzo Abe nos EUA


China e Coreia do Sul criticaram o discurso proferido pelo Primeiro Ministro japonês, Shinzo Abe, ao Congresso dos Estados Unidos na última quarta-feira (29/04). Abe não repetiu a tradição de Primeiro Ministros anteriores de fazer um pedido de desculpas pelo uso de escravos sexuais durante a Segunda Guerra Mundial. Foi a primeira vez que um Primeiro Ministro do Japão fez um pronunciamento durante uma sessão conjunta do Congresso dos EUA. Abe reconheceu que seu país causou sofrimento à Ásia e ofereceu suas “condolências eternas” aos estadunidenses que perderam a vida durante a Guerra do Pacífico na Segunda Guerra Mundial.

Foto: Pat Benic / UPI / Landov Photography

Foto: Pat Benic / UPI / Landov Photography

Pelo menos seis mortos em protestos no Burundi


Em meio a protestos devido a proposta do presidente do Burundi, Pierre Nkurunziza, de candidatar-se para um terceiro mandato, um oficial do exército do país foi morto a tiros. Outras quinze pessoas teriam ficado feridas devido a disparos feitos por um oficial da inteligência do país em uma barricada na capital do país, Bujumbura. De acordo com a Cruz Vermelha do Burundi, ao menos seis pessoas teriam sido mortas durante os confrontos em torno da proposta de Nkurunziza.

Foto: Thomas Mukoya / Reuters

Foto: Thomas Mukoya / Reuters

Alemanha e EUA acusadas de espionar Airbus


A indústria aeroespacial europeia Airbus, líder mundial no setor, vai apresentar uma queixa-crime por suspeita de espionagem industrial pelas agências de inteligência alemã, a BND, e a Agência Nacional de Inteligência dos Estados Unidos, a NSA. A revista alemã Spiegel informou, no dia 23/04, que funcionários da BDA estariam colaborando com a NSA para espionar alvos europeus, incluindo alemães. Seriam mais de 40 mil casos de coleta de informações, inclusive de autoridades francesas, repassadas aos Estados Unidos.

Foto: Johannes Eisele / AFP / Getty Images

Foto: Johannes Eisele / AFP / Getty Images

Nigéria libera 160 reféns do Boko Haram


O Exécito da Nigéria libertou 60 mulheres e 100 crianças das mãos do grupo terrorista Boko Haram após uma operação na floresta de Sambisa, nordeste do país, nessa quinta-feira (30/04). A região é considerada a base dos extremistas, cujos reféns agora liberados passam por processo de identificação. Dois dias atrás, outra operação na região libertou 300 mulheres sob o poder do grupo terrorista. Os combates para a liberação desta quinta-feira deixaram uma mulher e um soldado mortos.

Foto: Reuters / J. Penney

Foto: Reuters / J. Penney

Rússia deve convidar China para criação de estação lunar conjunta


A Rússia poderá convidar a China para a construção de uma estação de pesquisa na Lua. Essa possibilidade está sendo discutida entre o governo russo e a Roscosmos, a Agência Espacial Federal Russa. Moscou pretende construir sua própria estação espacial até 2024. O vice-Primeiro Ministro Russo, Dmitry Rogozin, debateu o assunto com o Vice-Premiê do Conselho de Estado chinês, Wang Yang, tendo afirmado que ambos os países possuem interesses comuns em questões espaciais.

Foto: Reuters / Aly Song

Foto: Reuters / Aly Song

Marinha dos EUA passa a escoltar cargueiros no Estreito de Ormuz


Navios da Marinha dos Estados Unidos passarão a escoltar navios cargueiros de bandeira do país no Estreito de Ormuz, na saída do Golfo Pérsico. A medida é uma resposta ao Irã, cujos navios de guerra deslocaram a trajetória de um cargueiro das Ilhas Marshall para suas águas territoriais. O navio de nome M/V Maersk Tigris foi obrigado a atracar no porto iraniano de Bandar Abbas na última terça-feira (28/04). Estas tensões no Golfo Pérsico podem influenciar as negociações nucleares entre o Irã e outras potências.

USS Farragut Foto: Reuters

USS Farragut
Foto: Reuters

China revela detalhes de suas reivindicações territoriais no Mar do Sul da China


Pela primeira vez, o Ministério de Relações Exteriores da China entrou em detalhes sobre as demandas territoriais no Mar do Sul da China. O país tem se esforçado na criação de ilhas artificiais na região, tornando mais tensas as disputas territoriais. Depois de um histórico de declarações evasivas defendendo a legalidade de suas reivindicações, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, descreveu as razões por trás da atividade chinesa. Hua afirmou que as construções realizadas pelo seu país visam a melhorar infraestrutura já existente na região, o que alimenta o debate jurídico sobre a soberania dos territórios em disputa.

Foto: Departamento de Relações Exteriores das Filipinas

Foto: Departamento de Relações Exteriores das Filipinas

Agenda econômica empurra reaproximação entre Dilma e Obama


Na reunião da Cúpula das Américas que começa hoje (10/04), Dilma Rousseff fará uma reunião com Barack Obama, para tratar de assuntos econômicos. A agenda econômica pode provocar um degelo nas relações dos dois países, difíceis desde que revelações de Edward Snowden demonstraram que a Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) espionava o correio eletrônico pessoal da presidenta. À época, Rousseff cancelou uma viagem aos Estados Unidos, que agora poderá ser reagendada no Panamá.

Foto: AP

Foto: AP

Brasil negocia acordo marco de cooperação com a OCDE


O Brasil está negociando um acordo marco de cooperação com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Sediada em Paris, a OCDE realiza diversas atividades de cooperação e avaliação de políticas públicas entre seus membros. O Brasil participa de atividades da organização desde a década de 1990, e desde 2007 é considerado um parceiro-chave. Dentre os principais temas da cooperação brasileira com a OCDE estão política macroeconômica, agricultura, comércio, educação, ciência e tecnologia e inovação, estatísticas, combate à corrupção, tributação, política de competição, política de investimentos, Conduta empresarial responsável, governança corporativa, financiamento às exportações, dentre outros.

Foto: Bruno Gomes Guimarães

Foto: Bruno Gomes Guimarães

Banco dos Brics e parcerias com a China trarão benefícios à infraestrutura brasileira


José Augusto Valente avalia que a participação brasileira no Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), mais conhecido como Banco dos Brics, é uma contraposição à força neoliberal do Fundo Monetário Internacional (FMI). A expectativa é de que o NBD trará mais oportunidades de investimento em infraestrutura no país. A recente confirmação da presença do Brasil como membro-fundador do Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura, de iniciativa chinesa, é o outro exemplo de cooperação financeira entre os países emergentes. Um exemplo de ganho recente do Brasil é o empréstimo que a Petrobras recentemente conseguiu com o Banco de Desenvolvimento da China.

Foto: Government ZA / Flickr

Foto: Government ZA / Flickr

Cúpula das Américas no Panamá tem participação inédita de Cuba


A 7ª Cúpula das Américas, na Cidade do Panamá, terá a presença inédita de Cuba. O encontro que inicia hoje (10/04) contará com a presença de todos os chefes de Estado dos 35 países das Américas e do Caribe pela primeira vez. Dilma Rousseff fará encontros bilaterais com uma série de outros líderes, como Barack Obama e do colombiano Juan Manuel Santos, além do Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon. O Ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, vai encontrar-se com o secretário de Estado dos EUA, John Kerry.

Foto: Arnulfo Franco / AP

Foto: Arnulfo Franco / AP

Faltando 30 dias para eleição geral, Reino Unido vive disputa acirrada


No dia 7 de maio, milhões de britânicos irão às urnas para eleger o parlamento que formará um novo governo no país. A disputa entre o Partido Conservador, do Primeiro Ministro David Cameron, e o Partido Trabalhista, do líder Ed Miliband, está muito acirrada, com pesquisas de intenção de voto mostrando diferença de apenas um ponto percentual entre os dois. Outra tendência demonstrada pelas pesquisas é de a ascendência de partidos menores como o UKIP, partido anti-imigração e eurocético, e o Partido Liberal Democrata, que participa do governo de Cameron.

Foto: Stefan Rousseau / PA

Foto: Stefan Rousseau / PA

Houthi lutam nas ruas pelo controle de Aden, no sul do Iêmen


As milícias Houthi estão lutando nas ruas da cidade portuária de Aden contra milícias, disputando o controle da cidade do sul do país. Centenas de feridos e dezenas de mortos levaram a Cruz Vermelha a decretar crise humanitária na cidade, com os conflitos se focando no centro antigo da cidade na quarta-feira (08/04). O cerco dos Houthi a Aden já dura três semanas, num conflito que muitos analistas creem ser um incidente da rivalidade entre Arábia Saudita e Irã. Enquanto os sauditas bombardeiam o Iêmen, o Irã negou estar apoiando as milícias Houthi, mas enviou duas embarcações militares para o golfo de Aden nesta semana.

Foto: Saleh al-Obeidi / AFP / Getty Images

Foto: Saleh al-Obeidi / AFP / Getty Images

Canadá tem atitude omissa sobre a redução de gases do efeito estufa


O Canadá está tendo dificuldades de cumprir com suas metas de redução de emissão de gases do efeito estufa, muito devido à exploração de areias betuminosas no leste do país. A indústria de extração de hidrocarbonetos a partir de areias betuminosas, altamente poluente, está em franca expansão no Canadá, ofuscando possibilidades de investimento em energia limpa no país. Outras atitudes do governo conservador canadense preocupam ambientalistas, como o abandono do Protocolo de Kyoto, em 2011, e a flexibilização da regulação do setor de petróleo e gás.

Foto: Dru Oja Jay / Dominion

Foto: Dru Oja Jay / Dominion

Renovação frente ao declínio: a proposta de modernização de Shinzo Abe


Andrew Oplas analiza a proposta de modernização militar e revitalização econômica do Japão que está sendo conduzida pelo Primeiro Ministro, Shinzo Abe, e que passa pela reinterpretação da constituição do país. Isso porque Abe quer garantir uma maior participação de forças japonesas no exterior e expandir a possibilidade de ações frente a ameaças externas. A constituição japonesa, chamada Constituição Pacífica, foi elaborada no fim da II Guerra Mundial sob influência dos Estados Unidos e dos Aliados. Esta é a primeira vez que a política externa japonesa pretende uma maior autonomia da aliança com os EUA que data dos primeiros anos da Guerra Fria.

Foto: Yuya Shino / Reuters

Foto: Yuya Shino / Reuters

Estatais do petróleo chinês sofrem com preços do petróleo e corrupção


As empresas estatais do petróleo chinês estão passando por dificuldades devido a três problemas principais: a queda dos preços do petróleo, denúnicas de corrupção e o crescimento de movimentos ambientalistas. O lucro das três principais estatais chinesas, PetroChina, Sinopec e Cnooc, teve a maior queda em 2014 desde a crise de 2008. Segundo o presidente da Sinopec, a maior parte das dificuldades do setor estão relacionadas ao preço do barril de petróleo. Os preços dos combustíveis na China são controlados pelo governo através das estatais, que estão sofrendo com o petróleo barato.

Sede da PetroChina em Pequim Foto: Reuters / Kim Kyung-Hoon

Sede da PetroChina em Pequim
Foto: Reuters / Kim Kyung-Hoon