Aliança Argentina–Brasil

Pela primeira vez, Brasil exportará urânio enriquecido


Pela primeira vez, o Brasil exportará urânio enriquecido. A empresa brasileira Indústrias Nucleares do Brasil (INB) firmou acordo com a empresa estatal argentina Combustibles Nucleares Argentinos (Conuar) no valor de 4,5 milhões de dólares, que prevê o envio de quatro toneladas de pó de dióxido de urânio para a carga inicial de abastecimento de um reator nuclear localizado na cidade de Lima, ao norte de Buenos Aires.

Foto: INB / Divulgação via Agência Brasil.

(mais…)

Anúncios

Recém-eleito, Macri anuncia que Brasil será seu primeiro destino oficial


Mauricio Macri, recém-eleito presidente da Argentina, anunciou que o Brasil deverá ser o destino de sua primeira viagem internacional oficial. Macri manifestou essa sua intenção em telefonema com a presidente brasileira Dilma Rousseff na segunda-feira (23/11), que o telefonara para cumprimentá-lo pela vitória na eleição presidencial argentina. O novo presidente também disse a Dilma que pretende dar “nova vitalidade ao Mercosul” e ter uma relação “fluida e dinâmica” com o Brasília.

Foto: Reuters / M. Brindicci.

Qual a importância das eleições argentinas para o Brasil?


Fernando Caulyt analisa, em artigo publicado na DW, a importância das eleições argentinas para o Brasil. Os países possuem forte conexão política e econômica e os candidatos têm visões diferentes de como deve ser a relação com Brasília e com o Mercosul. Por exemplo, questões como o acordo Mercosul-União Europeia e a relação de Buenos Aires com a China podem depender do novo presidente.

Foto: AFP / Getty Images.

Entrevista com Celso Amorim: “sem a UNASUL, os EUA não estariam mudando de posição em relação a Cuba”


Em entrevista ao jornal Clarín, o antigo ministro da Defesa e das Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim, comenta que a parceria estratégica de Brasil e Argentina é o principal fato da política externa brasileira possibilitou a criação do Mercosul e da UNASUL e que esta organização teria sido fundamental para a recente reaproximação entre Cuba e EUA. Amorim também fala da integração regional sul-americana e seus benefícios ao Brasil e ao continente, afirmando que objetivos de curto prazo devem ser deixados de lado em prol do longo prazo. Além disso, para ele a política externa dos Estados Unidos no segundo mandato de Barack Obama está cada vez mais se assemelhando à política externa brasileira ao priorizar engajamento e diálogo ao invés do confrontacionismo com Cuba e Irã, por exemplo.

Celso Amorim. Foto: Clarín / Eleonora Gosman.

Primeiro avião de treinamento militar da UNASUL estará no mercado em 3 anos


 Agência Brasil, 16/05/2013

Avião da Unasul ficará pronto em três anos

Leandra Felipe
Agência Brasil/EBC

Bogotá – O avião militar de treinamento básico e primário, que está sendo desenvolvido em conjunto pelos países que integram a União de Nações Sul-Americanas (Unasul), ficará pronto até 2016, disse hoje (16) o vice-ministro argentino da Defesa, Alfredo Waldo Forti, durante a abertura da 8ª Reunião da Instância Executiva do c do grupo em Lima, no Peru.

“Avançamos no tema e um esquema de trabalho foi estabelecido e aprovado pelos ministros. Todos os países que têm recursos próprios estão se oferecendo para fabricar diferentes partes da aeronave. É um avião de uso futuro”, declarou Forti à Agência Andina.

O avião será batizado de Unasul 1  e, segundo o vice-ministro, estará disponível para venda aos países membros, em 2017. Os testes serão coordenados pela Argentina. O custo do avião ainda não foi anunciado. Segundo Forti, o principal modelo terá nove horas de autonomia de voo.

Em um primeiro momento, o avião deverá atender à demanda das Forças Armadas dos países da Unasul, mas depois poderá ser comercializado com outras nações.

O estatuto de criação do comitê consultivo que vai supervisionar a montagem do avião foi firmado em abril do ano passado, durante a Feira Internacional de Defesa e Segurança, no Rio de Janeiro.

*Com informações da Agência Andina (Agência pública peruana de Informações)

Edição: Aécio Amado

Fonte: Agência Brasil

Proyecto del Avión IA-73 - UNASUR-1 - Projeto do Avião IA-73 UNASUL-1 - produzido pela FAdeA

Proyecto del Avión IA-73 – UNASUR-1
Projeto do Avião IA-73 UNASUL-1

Nota divulgada no site da FAdeA S.A. –  Fábrica Argentina de Aviones “Brig. San Martín” S.A. em abril de 2013

Proyecto UNASUR I
26/04/2013 – En el marco de la novena edición de la feria internacional de Defensa y Seguridad (LAAD) que se realiza en Rio de Janeiro (Brasil), FAdeA se hizo presente en el stand de nuestro país y en el de UNASUR

En el marco de la novena edición de la feria internacional de Defensa y Seguridad (LAAD) que se realiza en Rio de Janeiro (Brasil), FAdeA se hizo presente en el stand de nuestro país y en el de UNASUR

El ministro de Defensa,  Dr. Arturo Puricelli, visitó la 9° Feria Internacional de Defensa y Seguridad (LAAD), en Río de Janeiro, donde mantuvo una reunión con su par brasileño, Celso Amorim, en la que repasaron diversos temas de la agenda bilateral. El Dr. Puricelli asistió al stand argentino en LAAD acompañado por el embajador argentino en Brasil, Luis María Kreckler. Allí FAdeA y otras empresas nacionales destacadas del sector expusieron sus productos y servicios en el marco de la feria especializada en suministros de equipos y tecnologías para las Fuerzas Armadas, de Seguridad, especiales y corporativas. En la reunión bilateral, el Ministro Puricelli repasó la agenda de cooperación en Defensa con el Ministro Amorim. Entre otros temas, ambos funcionarios destacaron el avance en el proyecto de la Unión de Naciones Suramericanas (UNASUR) para la producción conjunta de un Avión de Entrenamiento Primario-Básico UNASUR I con tecnología desarrollada en la región. En el Stand UNASUR junto al Ministro de Defensa de Chile, al de Surinam  y los viceministros de Defensa de Colombia y de Uruguay, anunciaron la aprobación del estatuto del Comité Consultivo que apoyara el desarrollo del proyecto. En el mismo FAdeA esta designado como ente constituyente del futuro consorcio o asociación y preside el Comité Técnico Asesor que tiene a su cargo la arquitectura organizacional y financiera y la  Oficina de Gestión de Programa (PMO), que funcionara en nuestra casa. El Comité Ejecutivo de FAdeA agradece y felicita a todos los trabajadores que han sumado su esfuerzo para este nuevo logro, como asimismo todo el apoyo del Ministerio de Defensa y de nuestra Fuerza Aérea Argentina.

Fonte: https://www.fadeasa.com.ar/home.aspx

Linha de produção do jato de treinamento avançado Pampa, de fabricação argentina - foto: FAdeA

Linha de produção do jato de treinamento avançado Pampa, de fabricação argentina – foto: FAdeA

Declaração dos Ministros da Defesa da Argentina e do Brasil destaca a cooperação regional no âmbito da aliança estratégica entre os dois países


DECLARAÇÃO DO RIO DE JANEIRO DOS MINISTROS DA DEFESA DA ARGENTINA E DO BRASIL
Rio de Janeiro, 9 de abril de 2013

À margem da Feira Internacional de Armamentos “LAAD – Defence and Security”, realizada no Rio de Janeiro em 9 de abril de 2013, os Ministros de Defesa da Argentina, Dr. Arturo Puricelli, e do Brasil, Embaixador Celso Amorim, mantiveram reunião de trabalho em que repassaram o conjunto das relações de defesa entre os dois países.

Os Ministros reiteraram a vitalidade da Parceria Estratégica Argentina–Brasil no campo da defesa e reafirmaram seu compromisso no contínuo fortalecimento e dinamização da cooperação bilateral, tanto na vertente da política de defesa quanto da política industrial para o setor.

Em particular, os Ministros de Defesa da Argentina e do Brasil destacaram o avanço do projeto do desenvolvimento do Avião Primário-Básico de Treinamento, batizado de UNASUL-I, no âmbito do capítulo de cooperação industrial do Plano de Ação 2012 do Conselho de Defesa da União Sul-Americana de Nações.

Os Ministros Amorim e Puricelli compareceram à cerimônia de assinatura do Estatuto do Comitê Consultivo do projeto, realizada no estande da UNASUL, no quadro da LAAD, com a honrosa presença de Ministros e Altas Autoridades da América do Sul.

Destacaram a importância estratégica de projetos que, tal como o UNASUL-I, contribuam para uma crescente integração, complementação e fortalecimento das capacidades produtivas dos dois países.

Os Ministros destacaram seu empenho em promover a realização, na América do Sul, de seminários e feiras que permitam estimular a integração regional em matéria de ciência, tecnologia e produção para a defesa. Ressaltaram, em particular, as Feiras LAAD no Brasil e SINDPRODE na Argentina.

Os Ministros congratularam-se pela decisão do Governo da Argentina de adquirir um lote de veículos blindados Guarani, desenvolvido e produzido no Brasil. Confirmaram que a iniciativa impulsiona a concepção de projetos de integração produtiva e operativa entre ambos os países.

Os Ministros qualificara m como excelente a cooperação realizada entre suas respectivas Forças Armadas. Destacaram, em particular, a abertura de novo projeto de cooperação em matéria de engenharia militar a partir do intercâmbio de especialistas das respectivas organizações militares.

Saudaram o Entendimento Técnico firmado entre as Marinhas para o desenvolvimento da Operação “Fraternidade Antártica”.

A Argentina manifestou sua satisfação com o interesse do Brasil na Força de Paz Conjunta Combinada Cruz do Sul, juntamente com as Forças Armadas do Chile, de forma a conformar um núcleo operacional de militares, altamente qualificados e prontamente disponíveis, para reforçar a contribuição regional às operações de paz das Nações Unidas.

Os Ministros convergiram quanto à importância do Atlântico Sul como fronteira de defesa e segurança de ambos os países.
Expressaram o desejo de seguir promovendo ações coordenadas no Atlântico Sul.
Reiteraram a importância do fortalecimento contínuo da Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul (ZOPACAS), importante instrumento, constituído e legitimado no marco da Assembleia Geral da ONU, na promoção do Atlântico Sul, pela via exclusiva da cooperação, como zona livre de armas nucleares e de hostilidades que lhe são alheias.

Nesse contexto, os Ministros ressaltaram a importância dos exercícios navais como o ATLASUR, cuja 9ª edição foi realizado entre as Marinhas da África do Sul, da Argentina, do Brasil e do Uruguai, de 24 de setembro a 10 de outubro de 2012, nas águas sul-africanas.

Adicionalmente, o Ministro Celso Amorim aproveitou a oportunidade para anunciar a realização, em outubro próximo, em Salvador da Bahia, de Seminário para Capacitação Militar dos Estados da ZOPACAS em Vigilância Marítima e Operações de Busca e Salvamento.

Feito no Rio de Janeiro, aos nove (9) dias de abril de dois mil e treze (2013).

_______________________________
Celso Amorim
MINISTRO DA DEFESA
REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

_______________________________
Arturo Puricelli
MINISTRO DA DEFESA
REPÚBLICA ARGENTINA

Disponível em:  https://www.defesa.gov.br/arquivos/2013/pronunciamentos/comunicados_conjuntos/decl_conj_bra_arg.pdf