assentamentos

Israel aprova construção de novos assentamentos na Cisjordânia


O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e o Ministro da Defesa, Avigdor Liebermann, aprovaram a construção de 560 novos assentamentos na Cisjordânia — movimento atualmente considerado ilegal pelo direito internacional. Além disso, o governo aprovou a construção de 600 unidades de habitação para palestinos na região de Jerusalém Oriental. Segundo oficiais do governo, os novos assentamentos fazem parte de um projeto estratégico para minimizar as tensões internas após o anúncio da construção das habitações palestinas, ao mesmo tempo em que serve como retaliação aos recentes atentados contra judeus na Cisjordânia.

Foto: Barcroft Media.

Foto: Barcroft Media.

Israel ameaça Brasil por recusa de embaixador


No fim do ano (28/12), o governo de Israel ameaçou rebaixar as relações com o Brasil para um nível secundário caso Brasília não aceite o embaixador indicado por Tel Aviv. A recusa brasileira da nomeação de Dani Dayan há quatro meses se deu por este ter um histórico com líder de assentamentos na Cisjordânia, território palestino.

99152a65f2db431e976e6826deeb1210_18

Foto: Bernat Armangue / AP.

As eleições em Israel e a colisão entre Obama e Netanyahu


Willian Moraes Roberto, pesquisador do NERINT e graduando em Relações Internacionais na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Marcelo de Mello Kanter, Diretor-Geral do ISAPE, mestrando em Estudos Estratégicos Internacionais na UFRGS. Bacharel em Relações Internacionais pela UFRGS

Com a proximidade das eleições israelenses marcadas para 17 de março, o distanciamento entre os aliados tradicionais, Israel e Estados Unidos, tem se tornado mais evidente. Isso se reforça, sobretudo, após os sinais que apontam para um apoio de Obama ao bloco de oposição em Israel, o qual busca impedir a reeleição do Primeiro Ministro Netanyahu, líder do Likud. Numa eleição acirrada, esse respaldo pode ter efeito decisivo, alterando o contexto político de Israel e afetando o Oriente Médio como um todo. Este artigo busca apresentar as causas desta relação fria entre Netanyahu e Obama e o panorama da eleição israelense a fim de esclarecer as possíveis consequências dessa ligação. Argumenta-se que desde a chegada de Obama à Casa Branca, o presidente dos EUA divergiu com Israel em sua política externa para a Palestina e para o Irã, tendo de abrir mão de diversos objetivos por ele traçados em sua campanha. Desta forma, Obama demonstraria interesse que outro braço político governasse Israel na tentativa de alinhar as ambições entre os dois países aliados.

Barack Obama e Benjamin Netanyahu. Foto: AP / Pablo Martinez Monsivais.

Barack Obama e Benjamin Netanyahu. Foto: AP / Pablo Martinez Monsivais.

(mais…)

Hamas elogia decisão da OLP de interromper coordenação securitária com Israel


Um dos principais líderes da organização palestina Hamas, Musa Abu Marzooq, elogiou a decisão da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) de suspender a coordenação securitária com Israel. A decisão tomada pela OLP na última quinta-feira (05/03) foi uma resposta a algumas atitudes de Israel, como o avanço dos assentamentos sobre a Cisjordânia e o corte de receitas tributárias palestinas.

Foto: Mahmud Hams / AFP

Foto: Mahmud Hams / AFP

Israel avança plano de construção de 500 casas para colonos em Jerusalém Oriental


Um comitê do governo israelense avançou hoje o plano de construção de 500 casas para colonos em Jerusalém Oriental, apesar dos protestos dos Estados Unidos. Autoridades palestinas veem a construção das casas como um entrave ao processo de paz baseado na fundação e reconhecimento do Estado palestino.

Foto: Ronen Zvulun / Reuters

Foto: Ronen Zvulun / Reuters

(mais…)

A política dos assentamentos israelenses na Palestina


No final de agosto deste ano, o governo israelense apropriou-se de mais terras palestinas para a construção de assentamentos visando à fundação de uma nova cidade, Givaot. Política interna no país é o principal motivo que leva Netanyahu a tomar essa atitude pouco tempo após o cessar-fogo com o Hamas.

Mapa: The Economist.

Mapa: The Economist.

(mais…)

Dias após visita de Kerry, Israel anuncia construção de novas casas em assentamentos na Palestina


John Kerry, Secretário de Estado dos EUA, estava negociando paz entre israelenses e palestinos, mas anúncio israelense de 1.877 novas casas em assentamentos em terras palestinas ocupadas é grande obstáculo para a obtenção de um acordo.

Fonte: Reuters / Jason Reed.

Fonte: Reuters / Jason Reed.

(mais…)

Kerry continua sua missão no Oriente Médio


Secretário de Estado dos EUA, John Kerry visita pela décima vez o Oriente Médio com plano de paz audacioso para palestinos e israelenses. Ao desembarcar, no entanto, já começa a esbarrar em velhas resistências de ambas as partes.

Fonte: Brendan Smialowski / AFP / Getty Images.

Fonte: Brendan Smialowski / AFP / Getty Images.

(mais…)

Obama confirma comprometimento na criação dos dois Estados independentes – Israel e Palestina – e o fim dos assentamentos israelenses


Obama e Abbas

Foto: n.i.

Palestinians deserve sovereign state, end to Israeli occupation – Obama

RT – 21/03/2013 – RT

American President Barack Obama confirms the US is committed to creating two independent states, Israel and Palestine, whatever time it takes to reach the goal. Obama stressed direct talks between Palestinians and Israelis is the only way to do so.

Obama spoke at a news conference in the West Bank with Palestinian Authority President Mahmoud Abbas.

He confirmed the US is committed to creating two independent states, Israel and Palestine, however long it takes. Obama stressed direct talks between Palestinians and Israelis is the only way to reach the goal. (mais…)

“Não há necessidade de intifada, Palestina pode alcançar suas metas pacificamente” diz Abbas


Palestina

No need for intifada, Palestine can achieve goals peacefully – Abbas to RT

15 de março de 2013 – RT

Palestine has won UN recognition as being a sovereign state, and will now be referred to as the “State of Palestine” on all future UN documents. Palestine’s Mahmoud Abbas calls the move a “major achievement.”

It’s led many to question whether Palestine can now take Israeli crimes against Palestinians to international courts.

In an exclusive interview with RT, Abbas said that while Israel has considered Palestine disputed territories for many years, Tel Aviv will no longer be able to argue who the land belongs to. (mais…)

Assentamentos mais do que quadruplicaram com Netanyahu, diz ONG’


assentamento bracha, nablus

Assentamentos mais do que quadruplicaram com Netanyahu, diz ONG

16 de janeiro de 2013 – Opera Mundi/Mariana Mattar

O número de licitações lançadas pelo governo israelense para a construção de assentamentos nos territórios palestinos ocupados mais do que quadruplicou nos últimos dois anos. O boom teve início no final de 2010, quando o compromisso assumido pelo premiê Benjamin Netanyahu com os Estados Unidos, de congelar por 10 meses o planejamento de novas colônias, terminou.

Esses dados foram revelados nesta quarta-feira (16/01) com a publicação de dois relatórios da organização israelense Peace Now. A partir da análise dos quatro anos de mandato do premiê israelense, a ONG concluiu que a construção de assentamentos israelenses foi uma estratégia de sua administração para impedir a criação do estado palestino. (mais…)

Relatório da ONU aponta que colonos israelenses na Cisjordânia ‘capturaram’ fontes naturais de água


Foto: AFP / Ahed Izhiman.

Israeli settlers grab West Bank water springs – UN report

RT – 20/03/2012

Israeli settlers have taken over dozens of natural water springs in the West Bank, limiting or barring Palestinians from access to much-needed fresh water, according to the UN report. Israelis deny that the access has been banned.

­The UN Office for the Coordination of Humanitarian Affairs (OCHA) said it had surveyed 530 springs in the West Bank to find out that at least 30, mostly in areas where Israel retains military control, were taken over by the settlers. With Palestinians unable to access them at all.

“Palestinians have been deterred from accessing the springs by acts of intimidation, threats and violence perpetrated by Israeli settlers,” it says.

The report added that Palestinians currently have limited access to 26 other springs where settlers had moved in and threatened to take control.

Springs remain the single largest water source for irrigation and a significant source for watering livestock in the area, with some also providing water for domestic consumption in areas not connected to pipelines.

The document concludes the loss of access to springs and adjacent land reduced the income of affected farmers, who either stop cultivating the land or face a reduction in the productivity of their crops. (mais…)

Alemanha ameaça cancelar venda de submarino para Israel como protesto a novos assentamentos


Foto: Israel-Iran / Reuters / Havakuk Levison / Files.

Germany Threatens To Halt Submarine Sale to Israel

Spiegel International – 31/10/2011

Germany is threatening to stop the delivery of a “Dolphin” submarine to Israel in protest over the country’s settlement policies. Government sources confirmed the development when asked by SPIEGEL following speculation last week in the Israeli media that Germany might halt the sale.

The move is in response to the recent decision by the Israeli government to approve the construction of 1,100 homes in Gilo, an Arab part of Jerusalem captured from Jordan in the 1967 Six Day War. The Israeli government considers the area to be a Jewish suburb, but the international community contests that description.

The threat by German Chancellor Angela Merkel has been the subject of considerable concern in Israel.

The nuclear-weapons capable Dolphin submarines are an important part of the Israeli military strategy. The navy already owns three of the submarines and two further vessels are currently being built by Howaldtswerke-Deutsche Werft (HDW), the shipbuilding division of German steelmaker Thyssen-Krupp, in Kiel, Germany. (mais…)