ataque aéreo

EUA volta a bombardear a Líbia


Nesta segunda-feira (01/08), os Estados Unidos voltaram a bombardear o território da Líbia visando regiões sob controle do “Estado Islâmico”. Segundo informações do Pentágono, os bombardeios estão sendo realizados na cidade de Sirte a pedido do Governo de Coalizão Nacional líbio. Os ataques devem durar alguns dias e, segundo fontes, há forças especiais dos EUA em prontidão no Mediterrâneo.

Mapa: BBC.

Anúncios

Irã acusa Arábia Saudita de atacar sua embaixada no Iêmen


A embaixada do Irã no Iêmen foi atingida “deliberadamente” por um ataque aéreo saudita nesta quarta-feira (06/01), segundo Teerã. O bombardeio feriu membros da equipe diplomática iraniana. A coalizão liderada pela Arábia Saudita afirmou que denúncia será investigada. Episódio deve tensionar ainda mais as relações entre os dois países.

2fad858800000578-0-image-a-117_1452166198885

Foto: Reuters.

Reino Unido inicia ataques contra EI na Síria


Poucas horas após o Parlamento aprovar a intervenção armada na Síria, a aviões do Reino Unido iniciaram ataques nesta quinta-feira (03/12) contra o grupo “Estado Islâmico” em território sírio. Missões partiram de base aérea no Chipre, que já era utilizada por Londres para atingir alvos do EI no Iraque.

87009578_syriajet

Foto: BBC.

Rússia ataca centenas de caminhões-tanque do EI


Na última semana, ataques aéreos da Rússia destruiram mais de 1.000 caminhões tanque com petróleo cru do grupo “Estado Islâmico” (EI) na Síria, segundo a agência de notícias síria SANA (23/11). Os ataques aconteceram na província de al-Raqqa, capital de facto do EI e também acertaram uma refinaria. A venda de petróleo é uma das principais fontes de receitas do grupo extremista.

539w

Foto: Russia Insider.

EUA defenderá rebeldes sírios de ataques do governo de Assad


Neste domingo (02/08), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, autorizou a utilização da força aérea estadunidense na defesa dos rebeldes sírios, que têm sofrido ataques das forças do governo de Bashar al-Assad e de outros grupos aliados ao regime. A medida aumenta significativamente o risco de um conflito direto das forças armadas dos EUA com a Síria.

Foto: AFP, STR.

Foto: AFP / STR.

Colômbia suspende ataques aéreos às FARC


O presidente colombiano Juan Manuel Santos ordenou neste domingo (26/07) que os ataques aéreos aos campos pertencentes aos rebeldes das FARC sejam suspensos por tempo indeterminado. O movimento aconteceu dias depois do cessar-fogo unilateral proposto pelas FARC para acelerar as negociações de paz entre o governo colombiano e a milícia. O presidente afirmou que sua determinação é válida apenas para campos fora de áreas urbanas, que não colocam em risco a população local.

Foto: AFP.

Foto: AFP.

Governo líbio realiza bombardeios perto de Trípoli durante negociações de paz


Forças leais ao governo internacionalmente reconhecido da Líbia realizaram ataques aéreos em locais próximos à capital Trípoli, a qual é controlada por um grupo rival, dois dias após o início de nova rodada de negociações de paz para o país na Argélia. A ONU condenou os bombardeios e afirmou que são uma tentativa de evitar com que partes interessadas participem das conversas de paz. Atualmente, o país tem dois governos atuantes e está há quatro anos em uma situação de instabilidade política após intervenção ocidental.

Líbia. Mapa: BBC.

Líbia. Mapa: BBC.

 

Teerã confirma ataques sobre alvos do “EI” no Iraque


O vice-ministro das relações exteriores iraniano, Ebrahim Rahimpour, confirmou que ataques a alvos do “Estado Islâmico” no Iraque teriam sido pedidos pelo país. Ele negou coordenação com os Estados Unidos, e afirmou que o objetivo do ataque era “defender os interesses de seus aliados no Iraque”.

Imagem: Al Jazeera.

Imagem: Al Jazeera.

(mais…)

Irã e EUA cooperam para combater “Estado Islâmico”


por Bruno Gomes Guimarães e Marcelo Scalabrin Müller

Imagem: Al Jazeera.

Imagem: Al Jazeera.

Funcionários do Pentágono, órgão estadunidense responsável pela política de defesa do país, afirmaram para a agência de notícia Reuters sob condição de anonimidade que há fortes indícios de que o Irã lançou ataques aéreos contra o “Estado Islâmico (“EI”) no Iraque. Caças F-4 Phantom teriam sido usados para bombardear posições dos extremistas em Diyala, província fronteiriça entre os dois países e próxima da região autônoma curda. Teerã negou qualquer tipo de envolvimento em ataques contra o “EI” em território iraquiano e também disse que não há cooperação com a coalizão liderada pelos EUA.

(mais…)

Egito bombardeia islamistas na Líbia


Aeronaves egípcias teriam bombardeado a cidade líbia de Bengazi, numa operação sobre a qual poucos oficiais comentaram. Há muitos detalhes não claros sobre o ataque, como se houve um pedido do governo líbio ou se se trata de uma ação egípcia para interesses egípcios.

Foto: Reuters / Amr Abdallah Dalsh

Foto: Reuters / Amr Abdallah Dalsh

(mais…)

“Estado Islâmico” leva monarquias árabes a mudarem de estratégia


As monarquias árabes, antes contrárias aos ataques aéreos ao “Estado Islâmico”, agora participam da coalizão internacional que bombardeia territórios do Iraque e da Síria. Isso representa uma mudança em direção a uma postura mais proativa no combate ao extremismo, visando a fortalecer os laços com os Estados Unidos.

Abdullah bin Abdul Aziz al-Saud, rei da Arábia Saudita Foto: Reuters / Brendan Smialowski

Abdullah bin Abdul Aziz al-Saud, rei da Arábia Saudita
Foto: Reuters / Brendan Smialowski

(mais…)

Cameron vai ao Parlamento pedir “anos” de ataques aéreos no Iraque


O Primeiro Ministro britâncio, David Cameron, vai ao Parlamento hoje pedir apoio para bombardear o Iraque por “anos”. O premiê defende que o autodenominado “Estado Islâmico” é uma ameaça à segurança britânica e que, para derrotá-lo, será necessário uma investida mais duradoura.

Foto: Reuters / Neil Hall

Foto: Reuters / Neil Hall

(mais…)

EUA buscam aliados em terra para ataque a “Estado Islâmico”


Dados os limites do bombardeio para atingir o “Estado Islâmico”, os EUA buscam aliados que possam ser úteis em terra. No Iraque, a coalizão ocidental já está aliada com grupos curdos. Na Síria, o principal aliado é o Exército Livre da Síria, com possibilidade de cooperação também com os grupos curdos sírios.

Foto: Reuters / Ammar Abdullah

Foto: Reuters / Ammar Abdullah

(mais…)

Combate ao “Estado Islâmico” afasta Turquia e Ocidente


A decisão estadunidense de bombardear o autodenominado “Estado Islâmico” no Iraque e na Síria pode ter afastado o Ocidente da Turquia, já que ao país euroasiático interessa mais a queda do regime de Bashar al-Assad que o combate ao grupo terrorista. A Turquia conseguiu vitórias en negociações obscuras com o “EI” e se negou a participar da coalizão organizada pelos Estados Unidos para bombardear o grupo terrorista.

John Kerry e Erdogan Foto: picture alliance / dpa / K. Ozer

John Kerry e Erdogan
Foto: Picture Alliance / DPA / K. Ozer

(mais…)

EUA e aliados começam ataque aéreo sobre “Estado Islâmico” em território sírio


EUA e aliados começaram ataques contra o autodenominado “Estado Islâmico” em território sírio a partir de aviões bombardeiros, caças e drones, além de mísseis lançados de navios. Os ataques se concentraram na capital “de facto” do grupo armado, Raqqa, e na fronteira com o Iraque, marcando uma nova fase em que os bombardeios cruzaram a fronteira da Síria. A nova preocupação de Washington é de esses ataques abrirem espaço para avanços de Bashar al-Assad, que também luta contra o “Estado Islâmico”, mas interlocutores do governo estadunidense já deixaram claro que não é interesse criar facilidades para o governo de Assad.

Foto: Reuters

Foto: Reuters

(mais…)

Ataques de Israel na Faixa de Gaza matam militantes do Hamas


Ataques aéreos israelenses na Faixa de Gaza mataram sete militantes do Hamas na madrugada desta segunda (7). A ação foi uma resposta ao lançamento de 25 projéteis contra Israel no domingo, de acordo com o Exército israelense.

Foto: Reuters

Foto: Reuters

(mais…)