estação espacial

China lança nova geração de foguetes


Em junho a China lançou com sucesso a nova geração de foguetes de carga Long March-7. Os foguetes desse novo tipo são de tamanho médio e de dois estágios, podendo levar até 13,5 toneladas à baixa órbita usando querosene e oxigênio líquido como combustível. Espera-se que o Long March-7 torne-se o principal foguete das missões espaciais chinesas. Pequim espera começar a operar uma estação espacial até 2022.

Foto: Li Gang / Xinhua.

 

Anúncios

China deve lançar segundo laboratório espacial ainda este ano


A China deve lançar o seu segundo laboratório espacial, o Tiangong-2, no terceiro trimestre deste ano, informou a Xinhua na última semana (29/02). Os dois laboratórios devem servir como experiência para uma futura estação espacial permanente, planejada para estar completa em 2022. Uma missão com dois tripulantes será enviada para a Tiangong-2 no final do ano.

Foto: NASA Johnson / Flickr

Rússia deve convidar China para criação de estação lunar conjunta


A Rússia poderá convidar a China para a construção de uma estação de pesquisa na Lua. Essa possibilidade está sendo discutida entre o governo russo e a Roscosmos, a Agência Espacial Federal Russa. Moscou pretende construir sua própria estação espacial até 2024. O vice-Primeiro Ministro Russo, Dmitry Rogozin, debateu o assunto com o Vice-Premiê do Conselho de Estado chinês, Wang Yang, tendo afirmado que ambos os países possuem interesses comuns em questões espaciais.

Foto: Reuters / Aly Song

Foto: Reuters / Aly Song

EUA e Rússia construirão nova estação espacial conjuntamente


Desde que a NASA deixou de usar seus ônibus espaciais, ela tem dependido da Rússia para fazer lançamentos em baixas órbitas. Agora, a Rússia anunciou no sábado (28/03) que irá construir uma estação espacial em parceria com a agência estadunidense. A nova estação orbital deverá substituir a Estação Espacial Internacional, que deve operar até 2024. As recentes tensões entre os países havia posto em dúvida a continuidade de sua cooperação espacial, agora confirmada por oficiais dos dois países.

Foto: NASA

Foto: NASA