Força Aérea dos EUA

Força Aérea dos EUA declara F-35 “pronto para combate”


Nesta terça-feira (02/08), a Força Aérea dos Estados Unidos declarou que seu esquadrão de caças F-35A estão “prontos para combate”. Isso significa que a Força já pode enviar os caças multifuncionais de quinta geração para missões de batalha em qualquer lugar do mundo. Os primeiros F-35 operacionais, 12 aeronaves, pertencem ao 34º Esquadrão de Caças, localizado no estado de Utah nos EUA. Críticos apontam que a declaração da Força Aérea é mais uma medida de marketing do que verdadeiramente operacional, uma vez que ainda existem vários problemas.

Foto: Paul Holcomb / Força Aérea dos EUA.

EUA envia dois F-22 para a Romênia


Nesta segunda-feira (25/04), chegaram na Romênia dois caças F-22 Raptor da Força Aérea dos Estados Unidos. O envio, que contou ainda com uma equipe de 20 militares e um avião KC-135, seria para aumentar a segurança de países membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN). Aeronaves ficaram alocadas na Base Aérea Mihail Kogalniceanu -próxima do Mar Negro-, e realizarão diversos exercícios com forças da região. Os EUA não informaram quanto tempo os F-22 ficarão na Romênia.

Foto: Tech. Sgt. Jason Robertson/Air Force

Estados Unidos revelam o desenho do bombardeiro B-21


A Força Aérea dos Estados Unidos revelou, na última sexta-feira (26/02), o primeiro desenho de seu novo bombardeiro de longo alcance, o B-21. O avião, que ainda não possui um protótipo, será desenvolvido pela Northrop Grumman e apresenta semelhanças com o B-2. O projeto inclui capacidade de carregar tanto bombas convencionais como nucleares e ser opcionalmente tripulado. O B-21 deve entrar em serviço em 2025.

Ilustração: U.S. Air Force

EUA defenderá rebeldes sírios de ataques do governo de Assad


Neste domingo (02/08), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, autorizou a utilização da força aérea estadunidense na defesa dos rebeldes sírios, que têm sofrido ataques das forças do governo de Bashar al-Assad e de outros grupos aliados ao regime. A medida aumenta significativamente o risco de um conflito direto das forças armadas dos EUA com a Síria.

Foto: AFP, STR.

Foto: AFP / STR.

Orçamento dos EUA para 2016 prevê caças de sexta geração


O orçamento de defesa dos Estados Unidos para 2016 deve ser maior que o planejado e prever a investimentos no desenvolvimento de caças de sexta geração. Setor de investigação do Pentágono, Defense Advanced Research Projects Agency (DARPA), já faz pesquisas para o novo caça, que deve realizar primeiros voos na década de 2030.

Caças de 6a geração devem substituir os F22. Foto: US Air Force

Caças de 6a geração devem substituir os F22.
Foto: US Air Force

Lançamento de F-35 é atrasado por falha em software


O Pentágono descobriu falhas no software do F-35, caça de quinta geração produzido pela estadunidense Lockheed Martin, atrasando seu voo inaugural como aeronave pronta para uso. O caça, que é a arma mais cara já produzida até então, teria problemas para liberar bombas, comunicar-se com outras aeronaves e detectar radares inimigos por uma falha em seu código de programação. O custo do projeto do F-35 está estimado em quase 400 bilhões de dólares.

Foto: Jonathan Newton / The Washington Post / Getty Images

Foto: Jonathan Newton / The Washington Post / Getty Images

Força Aérea dos EUA perde mais operadores de drones do que pode treinar


A quantidade de operadores de drones treinada pela Força Aérea dos Estados Unidos será insuficiente para cobrir as baixas neste ano. Operadores treinados saem de suas funções por vários motivos, um deles é que esses militares estão sendo transferidos para a Guarda Nacional Aérea dos EUA.

Foto: Staff Sgt. Brian Ferguson / Air Force

Foto: Staff Sgt. Brian Ferguson / Força Aérea dos EUA