Iniciativa Cinturão e Rota

A China e sua Nova Rota da Seda


Confira aqui a matéria do The Economist sobre a China e sua iniciativa de estabelecer uma nova rota da seda na Eurásia. Oficialmente chamada de Cinturão e Rota (One Belt, One Road), a política visa à construção de infraestrutura na Eurásia de modo a torná-la um único espaço econômico centrado em Pequim com investimentos no valor de 4 trilhões de dólares. Podendo ser tida como um desafio ao domínio comercial dos Estados Unidos no mundo, a iniciativa do governo de Xi Jinping deve expandir os laços comerciais e físicos da China na Eurásia (e mesmo na África), bem como o seu poder brando (soft power). Embora haja inúmeros empecilhos à sua consecução, vários projetos já estão sendo feitos a alterando estruturas na economia mundial.

Mapa: The Economist.

China e Uzbequistão inauguram túnel ferroviário de 19,2 km


Em visita no Uzbequistão, o presidente da China, Xi Jinping, e o presidente uzbeque, Islam Karimov, inauguraram o túnel ferroviário Qamchiq nesta quarta-feira (22/06). O túnel, que atravessa as montanhas Qurama e foi construído e financiado por Pequim, tem 19,2 km de extensão e vai da capital Tashkent a Namangan. A obra é considerada um marco da iniciativa chinesa “One Belt, One Road” de uma nova rota da seda na Ásia Central.

Xi Jinping e Islam Karimov. Foto: Xinhua / Li Tao.

China e Nepal aprofundam cooperação bilateral


Nesta segunda-feira (22/03), a China e o Nepal concordaram em aprofundar suas relações bilaterais e buscar o desenvolvimento comum. Durante a visita do primeiro-ministro do Nepal, K. P. Sharma Oli, à Pequim, a China prometeu aumentar a cooperação prática em áreas como conectividade, petróleo, gás natural, capacidade industrial e comércio. Sharma Oli ainda declarou que seu país integrará a “Iniciativa Rota e Cinturão”.

Foto: Pang Xinglei / Xinhua

China construirá usinas nucleares dentro da iniciativa Cinturão e Rota


A China planeja construir pelo menos 30 usinas nucleares em países envolvidos com a iniciativa “um Cinturão e uma Rota” até 2030. Pequim pretende cooperar com seus parceiros em todas os setores da indústria nuclear, provendo tecnologia e promovendo a integração regional. A agência nuclear chinesa já possui acordos de cooperação com diversos países, como Egito, Brasil, Argentina e França.

Foto: The Times

China expande a “Iniciativa Cinturão e Rota” para o leste europeu


No final de novembro, a China assinou um memorando para promover a “Iniciativa Cinturão e Rota” (Belt and Road Initiative, em inglês) com cinco países do leste europeu: Polônia, Sérvia, Bulgária, Tchéquia e Eslováquia. Acordo se deu após encontro de Xi Jinping com líderes de 16 de países da região. A China ainda enfatizou a importância do mecanismo de cooperação “16+1”.

134858862_14485442922061n

Foto: Xinhua / Pang Xinglei.