lançamento de satélite

Índia lança 20 satélites em missão única


Nesta quarta-feira (22/06), a Índia lançou 20 satélites em órbita em uma única missão, batendo um recorde do programa espacial do país e se tornando o terceiro maior lançamento de satélites da história, atrás de Rússia (33) e EUA (29). 17 satélites eram estrangeiros, incluindo da Indonésia, EUA, Canadá e Alemanha. O lançamento ocorreu no centro espacial de Sriharikota, na costa leste indiana.

Foto: Xinhua / Getty Images via Fortune.

Anúncios

EUA realiza primeiro pouso vertical de foguetes


Nesta terça-feira (22/12), a SpaceX, empresa dos Estados Unidos, realizou com sucesso o pouso vertical de um foguete lançador de satélites na Flórida. O feito, primeiro da história, deve permitir a diminuição de custos de lançamento de satélites com a reutilização de foguetes.

8af9ed9d65404257ab771c33739fc9c3_18

Foto: EPA / SpaceX.

Facebook e empresa francesa planejam lançar satélite para facilitar acesso à internet na África


O Facebook anunciou nesta segunda-feira (05/10) que lançará um satélite em parceria com o grupo francês Eutelsat. O satélite AMOS-6 está em construção e, como integrante do projeto “Internet.org”, tem como objetivo facilitar acesso à internet na África subsaariana.

Foto: Jerome Vallette / AFP.

China lança 20º satélite de navegação Beidou


Nesta quarta-feira (30/09), a China colocou em órbita seu 20º satélite do Sistema de Navegação por Satélite Beidou (BDS, em inglês) e constitui mais um passo para oferecer uma alternativa ao sistema GPS, operado pelos Estados Unidos. O país planeja ampliar em 2018 os serviços do Beidou para a maior parte dos países da iniciativa chinesa do Cinturão e a Rota (Belt and Road) e oferecer uma cobertura global em 2020.

Foto: Xinhua / Li Xiang.

EUA, Coreia do Sul e China manifestam-se quanto a lançamento de satélite norte-coreano


Com o possível lançamento de um satélite por parte da Coreia do Norte, os Estados Unidos e a Coreia do Sul reagiram afirmando que isto violaria diversas resoluções do Conselho de Segurança da ONU, já que o teste seria um disfarce para teste de misseis balísticos. Seul anunciou que, apesar de não existir nenhum indício concreto do lançamento, responderá em conjunto com membros da ONU à provocação. Já a China pediu que as partes seguissem as resoluções existentes e que evitassem tensões na península coreana.

Foto: Wikimedia / Sungwon Baik / VOA

Foto: Wikimedia / Sungwon Baik / VOA.

Coreia do Norte anuncia teste de satélite e reativação de reator nuclear


Nesta terça-feira (15/09), a Coreia do Norte anunciou que voltou a operar o reator nuclear de Yongbyon. O país também está concluindo os testes de seu primeiro satélite, com previsão de lançamento para outubro. Em resposta, a China pediu que o governo norte-coreano mantivesse a paz e a estabilidade na península coreana. Pequim também reforçou sua posição contra a armas nucleares na península.

Foto: AP.

França e Rússia estariam interessadas em desenvolver complexo de foguetes em Alcântara


França e Rússia demonstraram interesse no desenvolvimento de um complexo de foguetes em Alcântara, no estado do Maranhão, após a recente quebra do contrato com a Ucrânia. De acordo com membros do alto escalão da diplomacia do país, a proposta é de instalar o lança-foguetes Angara na cidade, parte fundamental do projeto espacial da Rússia, com primeiro lançamento previsto para 2012. Os modelos, que estão passando por um amplo processo de modernização que custará até US$160 milhões, teriam seu custo de lançamento reduzido caso sua base fosse instalada em uma região próxima da Linha do Equador.

Foto: Lisandra Paraguassu, Estadão.

Foto: Lisandra Paraguassu, Estadão.

Brasil rompe com Ucrânia em questão aeroespacial


Em carta enviada pelo ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, ao embaixador da Ucrânia em Brasília, Rostyslav Tronenko, o governo brasileiro rompeu com o tratado que criou a empresa binacional Alcântara Cyclone Space (ACS). A ACS seria responsável pela elaboração do Cyclone-4, um lançador para satélites de órbita baixa.

Foto: Agência Brasil, Renata Giraldi.

Foto: Agência Brasil / Renata Giraldi.

Brasil e China lançam com sucesso satélite CBERS-4


Quinto satélite do projeto de colaboração entre Brasil e China, o CBERS-4 foi lançado com êxito da base de Taiyuan, na China. Imagens captadas ajudarão a monitorar áreas de desmatamento, queimadas, e expansão agrícola. Pesquisadores acompanharam o lançamento da sede do Inpe, em São José dos Campos.

Foto: Reuters / Stringer

Foto: Reuters / Stringer

(mais…)