manutenção de paz

ONU estende missões de paz em Sudão, Mali e Colinas de Golan


Nesta quarta-feira (29/06), de forma unânime, o Conselho de Segurança da ONU estendeu os mandatos de três operações de paz lideradas pela organização no Mali, em Darfur (Sudão) e nas Colinas de Golan. A missão no Mali (MINUSMA) foi expandida por um ano e terá um maior número de tropas e policiais. Já a missão nas Colinas de Golan (UNDOF) foi estendida por apenas seis meses e houve forte condenação do conflito armado sírio nas proximidades. Por fim, a UNAMID, missão de paz em Darfur, no Sudão, foi mantida por mais um ano sem alterações.

Votação no Conselho de Segurança da ONU. Foto: UN Photo / JC McIlwaine. 

O que leva o sul da Ásia a contribuir com tropas de manutenção de paz?


Em artigo para a DW, Gabriel Domínguez analisa o que leva os países do sul da Ásia a contribuírem com tantas tropas para missões de manutenção de paz sob a bandeira da Organização das Nações Unidas (ONU). Somadas, as contribuições de soldados feitas por Bangladesh, Paquistão, Índia e Nepal contam por mais de 30% do total. Entre as principais razões estão as vantagens financeiras, os ganhos diplomáticos — tanto no âmbito da ONU como nos países em que atuam diretamente — e experiência para suas Forças Armadas.

017915439_30300

Foto: AFP / Getty Images / P. Macdiarmid.

Questões sobre os capacetes azuis da ONU


Confira aqui mais um artigo do jornalista Chris McGreal publicado no jornal The Guardian em razão dos 70 anos do Sistema ONU. O autor questiona o sistema de manutenção da paz (peacekeeping) da ONU, que muitas vezes, principalmente nos últimos 20 anos, tem se mostrado ineficaz na proteção de civis em zonas de guerra. Fracassos como os de Ruanda e Bósnia marcaram as operações desde o fim da Guerra Fria, mesmo com o orçamento passando de US$ 490 milhões em 1991 para US$ 9 bilhões em 2015. Entre as principais críticas destacadas estão a falta de cooperação entre as forças nacionais com o comando da ONU, acusações de abuso sexual por parte de soldados, ausência de um objetivo específico em muitas missões e grandes potências provendo poucos (ou nenhum) soldados para as forças de paz.

Foto: EPA.

Insegurança nas missões de paz é desafio à ONU


Sofia Sebastian do Instituto Tecnológico de Zurique descreve as dificuldades e perigos que estão sendo enfrentados pelas missões de paz das Nações Unidas, particularmente no Mali. A missão de paz no país africano é constantemente atacada, sendo a mais perigosa para os militares que aí vão atuar como “capacetes azuis”. Ela crê que a superação dos dilemas criados pela realização de missões em ambientes muito perigosos vai ser definidora sobre a atuação da ONU em questões securitárias.

Foto: AFP

Foto: AFP

ONU confirma massacres no Sudão do Sul


Investigadores da Organização das Nações Unidas (ONU) informaram que rebeldes do Sudão do Sul mataram ao menos 353 civis em abril do ano passado, incluindo pessoas que se refugiavam em uma mesquita, um hospital e uma base da própria ONU. Esse foi o primeiro relatório oficial sobre os massacres que vêm sendo cometidos na guerra civil sul-sudanesa que já dura um ano.

Foto: Reuters / James Akena.

Foto: Reuters / James Akena.

(mais…)

Tropas de paz da ONU assumem missão na República Centro-Africana


A Organização das Nações Unidas assumiu formalmente o comando da missão de manutenção da paz na República Centro-Africana que vinha sendo conduzida pela União Africana. Há nove meses que a violência sectária assola o país, gerando grandes fluxos de refugiados pela região.

Foto: AFP / Getty Images.

Foto: AFP / Getty Images.

(mais…)

Cerca de 40 capacetes azuis são sequestrados na Síria


A Organização das Nações Unidas (ONU) confirmou que pelo menos 43 integrantes das tropas de paz, conhecidos como capacetes azuis, foram sequestrados na quinta-feira (28/08) por um “grupo armado” nas Colinas de Golã, na Síria, e que outros 81 estão impedidos de se deslocar pela região. Segundo o Observatório Sírio para Direitos Humanos, os soldados teriam sido detidos pelo grupo jihadista Frente al Nusra, filiado à Al-Qaeda.

Foto: AFP / Getty Images.

Foto: AFP / Getty Images.

(mais…)

Capacetes azuis: imperfeitos mas bons o bastante


Os soldados das operações de paz da Organização das Nações Unidas (ONU), também conhecidos como “capacetes azuis” conseguiram reconstruir sua reputação nos anos 2000 após os fiascos dos anos 1990. Hoje, apesar de haver sérias deficiências, as operações da ONU têm conseguido realizar seus mandatos com relativo sucesso. No entanto, crises no Sudão do Sul e na República Centro-Africana podem pôr tudo em risco.

Foto: Michele Sibiloni / AFP / Getty Images.

Foto: Michele Sibiloni / AFP / Getty Images.

(mais…)

Norueguesa é 1ª mulher a comandar capacetes azuis da ONU


General Lund, 56 anos, será a primeira mulher a comandar uma força de manutenção de paz das Nações Unidas. Em agosto, ela irá suceder o general chinês Chao Liu, atual chefe da missão da ONU no Chipre.

Gen. Lund. Foto. AFP.

Gen. Lund. Foto. AFP.

(mais…)

Presidente do Sudão do Sul concorda com iniciar negociações de paz


O presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir, concordou com reunir-se com líderes dos rebeldes a partir da semana que vem para dar início a negociações de paz no país e frear a escalada da violência no país. Decisão foi tomada após reunião com o secretário de estado dos EUA, John Kerry.

John Kerry e Salva Kiir. Foto: AP.

John Kerry e Salva Kiir. Foto: AP.

(mais…)

Ataque a base da ONU no Sudão do Sul deixa mortos e feridos


Pelo menos quatro pessoas morreram e dezenas ficaram feridas nesta quinta-feira (17/04) durante um ataque contra um acampamento da ONU (Organização das Nações Unidas) na cidade de Bor, ao leste do Sudão do Sul, segundo o porta-voz do Exército, Malak Ayuien.
 O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, condenou a empreitada contra civis e membros da força de paz que se encontravam na base no momento do incidente.

Foto: NMISS / Mihad Abdalla.

Foto: NMISS / Mihad Abdalla.

(mais…)

Amorim diz que é preciso que Haiti “assuma responsabilidade da própria segurança”


“É preciso que o Haiti assuma a responsabilidade de sua própria segurança”, afirmou o ministro da Defesa, Celso Amorim, em entrevista publicada pelo jornal Valor Econômico nesta quinta-feira (17/04), sinalizando que a saída da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), comandada pelo Brasil, está “prevista no horizonte”. A presença das forças militares completa dez anos em 2014.

Foto: Opera Mundi / Aldo Jofre Osorio.

Foto: Opera Mundi / Aldo Jofre Osorio.

(mais…)

ONU nomeia brasileiro como novo comandante da missão no Haiti


O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, anunciou nesta quinta-feira (13/03) a nomeação do general brasileiro José Luiz Jaborandy como novo comandante militar da missão das Nações Unidas no Haiti (Minustah). Ele assumirá o comando da missão no próximo sábado, no lugar do general Edson Leal Pujol, também brasileiro.

Foto: Opera Mundi / Aldo Jofre Osorio.

Foto: Opera Mundi / Aldo Jofre Osorio.

(mais…)

ONU propõe força de manutenção da paz para a República Centro-Africana


A Organização das Nações Unidas (ONU) propôs nesta segunda-feira (03/03) ao Conselho de Segurança o estabelecimento de uma força de manutenção da paz de 12 mil soldados para a República Centro-Africana. O mandato da missão seria “robusto”, com foco inicial em proteção aos civis. Teme-se que ocorra limpeza étnica no país.

Soldado marroquino em Bangui. Foto: Reuters / Luc Gnago.

Soldado marroquino em Bangui. Foto: Reuters / Luc Gnago.

(mais…)

As difíceis escolhas dos EUA no Sudão do Sul


Os EUA não desejam que o Sudão do Sul mantenha-se desestabilizado, mas também não quer intervir diretamente na situação. Washington vem intensamente tentando achar uma solução negociada e pacífica para a crise que se instalou no país, enquanto apoia o aumento do número de tropas da ONU e o papel de mediação realizado por potências regionais.

Fonte: AFP.

Fonte: AFP.

(mais…)

Rebeldes do Sudão do Sul chegam à Etiópia para negociar cessar-fogo


Rebeldes sul-sudaneses chegaram à capital etíope Adis Abeba nesta quarta feira (01/01) para negociar os detalhes de um cessar-fogo e terminar as duas semanas de violência generalizada no país, evitando, assim, uma guerra civil. Tanto rebeldes quanto governistas estão sob pressão de potências regionais e globais para que se atinja um acordo duradouro.

Policiais da ONU chegaram a Juba, capital do Sudão do Sul, ontem para reforçar a missão de paz. Fonte: Reuters / James Akena.

Policiais da ONU chegaram a Juba, capital do Sudão do Sul, ontem para reforçar a missão de paz. Fonte: Reuters / James Akena.

(mais…)

Rebeldes do Sudão do Sul aceitam negociar a paz


Líder dos rebeldes, Riek Machar afirmou que aceita entrar em negociações de paz com o governo. Também disse que suas forças tinham capturado a importante cidade de Bor.

Presidente Salva Kiir. Fonte: BBC.

Presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir. Fonte: BBC.

(mais…)

Coreia do Sul devolverá munição fornecida pelo Japão


Ministério da Defesa da Coreia do Sul disse que devolverá toda munição fornecida pelo Japão às suas forças presentes em missão de paz no Sudão do Sul. País não quer tacitamente aprovar as mudanças propostas por Shinzo Abe à constituição japonesa e ao papel das forças de defesa.

Fonte: Reuters.

Fonte: Reuters.

(mais…)

Governo do Sudão do Sul aceita fazer trégua


Após Conselho de Segurança da ONU aprovar o aumento do número de tropas no Sudão do Sul, governo do país concordou em paralisar a luta armada contra os rebeldes. Oposição ainda não se manifestou.

Fonte: AFP.

Fonte: AFP.

(mais…)

Ban Ki-moon pediu aumento do número de tropas no Sudão do Sul


Secretário-Geral da ONU Ban Ki-moon pediu o reforço de cinco mil soldados no Sudão do Sul com o intuito de proteger as vítimas do conflito armado que tem se alastrado. Caso aprovado o aumento, a missão humanitária da ONU passaria a ter 12 mil pessoas em serviço.

Fonte: TeleSurTV.

Fonte: TeleSurTV.

(mais…)

Japão deve suprir munições às forças sul-coreanas no Sudão do Sul


Pela primeira vez depois da Segunda Guerra Mundial, o Japão irá prover armas e munições às forças armadas de outro país. Através da ONU, o país irá suprir as tropas sul-coreanas na missão de paz no Sudão do Sul, que atualmente está passando por profunda crise política.

Fonte: Reuters.

Fonte: Reuters.

(mais…)

Rússia acredita que OTAN não pode sair do Afeganistão ainda


Moscow: US-NATO coalition must finish its job in Afghanistan

Russia Today – 20/03/2012

Russia’s envoy to the UN says that the US-led coalition in Afghanistan should not be pulling out as its job is not even remotely complete. Moscow believes that fighting the country’s drug industry must be among the priorities.

­Speaking at the UN Security Council’s meeting on Tuesday, Vitaly Churkin pointed to the fact that the United Nations had issued the international assistance mandate and it is up to the organization to end it once the mission is accomplished. According to international law, it is the UNSC that has to give approval and write a report before the troops can withdraw from Afghanistan.

Churkin indicated that it would be ill-considered to establish arbitrary deadlines for withdrawing troops while the violence escalates in Afghanistan and the overall situation remains unstable. He added that viable security needs to be established before the international forces can leave.

One of the many concerns that Vitaly Churkin voiced pertained to the growth in the production and illegal sales of drugs. The production of opium increased by 60 per cent in 2011, he said. Stringent measures have to be taken, he added, to eradicate the fields and infrastructure for illegal drug production.

Russia’s envoy also painted a grim picture of the means employed by the NATO-led forces in order to fulfil their mission. He said that many civilians are still being killed in airstrikes. (mais…)