movimento de esquerda

Nos EUA, Bernie Sanders empurra Partido Democrata para a esquerda


Segundo a análise de Spencer Kimball, mais do que uma disputa pela nomeação para a candidatura presidencial em 2016, o duelo entre os pré-candidatos democratas, Hillary Clinton e Bernie Sanders, é uma batalha pelo futuro do partido. Autodeclarado “socialista” em um país onde o termo é usado como insulto, Sanders e seus apoiadores tentam influenciar a agenda do Partido Democrata com ideias mais à esquerda para além da disputa eleitoral de 2016. Entre suas ideias progressistas, estão ensino superior gratuito e saúde pública para todos, por exemplo.

Foto: L. Jackson / Reuters via DW.

Anúncios

Na Espanha, esquerda se fortalece após eleições


As eleições municipais e regionais realizadas neste domingo (24/05) marcaram o avanço de patidos de esquerda na Espanha, sinalizando grandes perdas para o conservador Partido Popular (PP) do atual premeiro-ministro do país, Mariano Rajoy. O novo partido da esquerda espanhola, “Podemos”, conseguiu êxito nas duas cidades mais importantes do país, Madri e Barcelona, enquanto o PP perdeu sua maioria absoluta em todas as regiões autônomas do país.

Foto:  Luis Sevillano/El País

Pablo Iglesias, líder do Podemos. Foto: Luis Sevillano / El País.

Milhares de chilenos saem às ruas para pressionar Bachelet por reformas


Há menos de duas semanas como presidente, Michelle Bachelet enfrenta sua primeira manifestação, convocada por mais de 40 organizações sociais. Segundo a polícia, mais de 25 mil saíram às ruas de Santiago e Valparaíso que querem que a presidente cumpra o ambicioso programa de reformas econômicas e sociais anunciado durante a campanha eleitoral.

Foto: Reuters.

Foto: Reuters.

(mais…)

Simpatizantes e aliados de Lugo encerram hoje fórum em apoio ao ex-Presidente


Simpatizantes e aliados de Lugo encerram hoje fórum em apoio ao ex-presidente

16 de agosto de 2012 – Agência Brasil/Renata Giraldi

Brasil – Os simpatizantes e aliados políticos do ex-presidente do Paraguai Fernando Lugo, destituído do poder em junho, encerram hoje (16) o Fórum Social Paraguai Resiste. Lugo participou ontem (15) do encontro e reiterou que vai resistir às pressões. A destituição de Lugo levou à suspensão temporária do Paraguai do Mercosul e da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

“Nós não vamos desistir de construir juntos o país que merecemos”, disse Lugo, no fórum. “Vamos continuar a construir a unidade com a grandeza deste povo que tem o direito de continuar a sonhar com uma pátria diferente.”

O ex-presidente lembrou que ontem (15), se estivesse no cargo, completaria quatro anos no poder. Em 2008, Lugo venceu as eleições contra o Partido Colorado, que governou o Paraguai por 60 anos. “Nós fomos tirados do palácio [de governo], mas não conseguiram nos tirar do coração das pessoas”, reiterou. (mais…)