normalização

Turquia e Israel normalizam relações diplomáticas


Este domingo (26/06), Turquia e Israel anunciaram a normalização das relações diplomáticas bilaterais. Reconciliação ocorre seis anos depois de Israel ter atacado uma flotilha humanitária turca no mar Mediterrâneo. O acordo prevê o retorno dos embaixadores às capitais e o pagamento de uma indenização no valor de 20 milhões de dólares às famílias dos cidadãos turcos mortos. A Turquia também poderá retomar a provisão de recursos humanitários para Gaza e a construção de infraestrutura. O acordo pode ter impactos na guerra síria e facilitar um acordo para provisão de gás.

Benjamin Netanyahu. Foto: Giuseppe Lami / AP.

Turquia e Israel normalizam relações


Um oficial israelense afirmou nesta quinta-feira (18/12) que seu país e a Turquia firmaram um acordo para normalizar as relações diplomáticas. Isso inclui o retorno dos embaixadores dos dois países. O acordo também estabelece a criação por Israel de um fundo de compensação para as vítimas turcas de um ataque contra assistentes humanitários em Gaza em 2010.

Turkey's President Tayyip Erdogan addresses the audience during a meeting in Ankara

Foto: Reuters / Murat Cetinmuhurdar / Presidential Palace Press Office / Handout via Reuters.

Cuba e EUA reatam laços diplomáticos formalmente com reabertura de embaixadas


Neste domingo (20/07), Estados Unidos e Cuba oficialmente reabriram suas embaixadas em Havana e Washington, respectivamente, oficializando a reaproximação das relações diplomáticas sete meses após o início histórico desse processo, depois de 54 anos de distanciamento. Contudo, Raúl Castro, presidente de Cuba, insistiu no fim do embargo imposto ao seu país em 1962 pelos EUA, além da devolução do território cubano ocupado pela base naval de Guantánamo.

Embaixada dos Estados Unidos da América em Havana, Cuba. Foto: Getty Images.

Embaixada dos EUA em Havana. Foto: Getty Images.

Cuba conclui liberação de 53 presos políticos


Todos os 53 presos políticos que Cuba se comprometeu em libertar já foram soltos, confirmaram autoridades estadunidenses. Grupos de oposição ao governo cubano afirmam que somente 38 pessoas estão em liberdade, mas esse dado é desmentido pelo governo estadunidense.

Foto: Agência EFE

Foto: Agência EFE

Cuba liberta prisioneiros políticos


Conforme o acordo entre Cuba e Estados Unidos para a reaproximação diplomática dos dois países, Havana libertou 36 prisioneiros políticos. A informação foi confirmada pelo Departamento de Estado dos EUA. As primeiras conversas bilaterais devem ocorrer no dia 21 de janeiro.

Foto: Reporter 5.

Foto: Reporter 5.

A falácia liberal sobre o acordo dos EUA com Cuba


Os liberais dos Estados Unidos vêm justificando o acordo com Cuba com base no argumento de que a abertura ajudaria a transformar o regime da ilha caribenha. Contudo, Gordon Adams argumenta que a história mostra que o discurso excepcionalista em Washington não encontra respaldo na realidade. Os Estados Unidos não têm prerrogativa alguma para definir regimes políticos de outros países e deveria justificar a reaproximação com Cuba apenas pelo bom senso político e efeitos socioeconômicos para a região.

Foto: Reporter 5.

Foto: Reporter 5.

Paquistão afirma que quer normalizar relações comerciais com a Índia até o fim do ano


Pakistán normalizará las relaciones comerciales con India

BBC Mundo – 29/02/2012

El gobierno pakistaní reveló este miércoles su plan para normalizar relaciones comerciales con su vecina India antes de final de año.

Pakistán había restringido las categorías de alimentos que podían ser importados de su vecino hasta unos 2.000.

El ministro pakistaní de Información, Firdous Ashiq Awan, dijo que esta lista será eliminada antes de diciembre y que todos los productos indios, excepto algunos que están prohibidos, serían permitidos en el país.

Un corresponsal de la BBC dijo que la medida supone un giro en las relaciones de ambos países, que han librado tres guerras desde la independencia pakistaní en 1947. (mais…)

Paquistão e Estados Unidos discutem meios de retomar relações bilaterais normais


Ministra das Relações Exteriores do Paquistão, Hina Rabbani Khar e embaixador estadunidense no Paquistão, Cameron Munter.

 Pakistan, U.S. discuss normal relationship revival

Xinhua / Deng Shasha – 25/01/2012

U.S. Ambassador in Islamabad Cameron Munter Tuesday met the Pakistani Foreign Minister Hina Rabbani Khar and explored ways to “revive” normal relationship, the Pakistani Foreign Ministry sources said.

Relations between Pakistan and the United States, the two close allies in the so-called war on terror, have been at the lowest ebb since U.S. fighter jets and helicopters bombed two Pakistani posts and killed 24 soldiers in November 2011.

Pakistan last week snubbed U.S. special envoy Marc Grossman who wanted to visit Islamabad for consultations on talks with the Taliban in Qatar.

Sources said that Pakistan is likely to invite the U.S. special envoy next month and it was discussed in the Tuesday’s meeting of the Pakistani Foreign Minister and the U.S. ambassador.

The meeting took place a day after Pakistan army issued a report about the U.S. raid on Pakistani posts and rejected the U.S. claim that the raid had been conducted in self-defence.

The army, in its detailed reaction to a U.S. inquiry report, said the U.S. fighter jets and helicopters carried out “unprovoked engagement of Pakistani posts located inside Pakistan violating their mandate which is limited to Afghanistan alone”. (mais…)