presença dos EUA na África

EUA e Senegal assinam acordo de cooperação em defesa


Os Estados Unidos e o Senegal assinaram um acordo de cooperação em defesa nesta segunda-feira (02/05) que deve facilitar o envio de tropas estadunidenses para o país africano em casos de desastres naturais, ataques terroristas e crises humanitárias. Atualmente os EUA possuem 40 funcionários da Departamento de Defesa alocados na sua embaixada em Dakar, capital senegalesa, mas esse número não deve subir, pois, de acordo com oficiais “o acordo se trata de acesso” e não de estacionamento de oficiais ou soldados. Em 2014 o Senegal serviu de base para os enviados militares estadunidenses que auxiliaram no combate ao vírus ebola na África ocidental.

Foto: Arquivo / Houston Chronicle.

Anúncios

EUA retira US$ 472 milhões de auxílio para a Tanzânia


Nesta terça-feira (29/03), uma agência governamental dos Estados Unidos anunciou que não vai mais investir US$ 472 milhões em um projeto na Tanzânia. A Millennium Challenge Corporation (MCC) afirmou que as fraudes durante o processo eleitoral no arquipélago de Zanzibar foram o principal motivo. Recursos seriam investidos em projetos que garantiriam eletricidade a todas regiões do país.

Foto: AFP

Mais de 150 militantes do al-Shabab mortos em ataque aéreo dos EUA na Somália


Nesta segunda-feira (07/03), os Estados Unidos anunciaram que mais de 150 militantes do al-Shabab na Somália foram mortos após um ataque de um drone. Segundo oficiais dos EUA, terroristas estavam se preparando para uma grande operação contra forças norte-americanas ou da União Africana. O ataque aconteceu 195 quilômetros ao norte da capital Mogadíscio.

Imagem: Al Jazeera

A presença militar dos EUA na África


Em artigo publicado no The Intercept (15/10), Nick Turse analisa a atual política dos Estados Unidos para a África. O primeiro procura manter uma rede de instalações e bases militares que permita sua atuação, via espionagem e ataques áereos — principalmente com drones –, em praticamente todo o continente. O Comando dos Estados Unidos para África (AFRICOM) tem aumentado nos últimos anos sua presença no continente a pretexto de combater o terrorismo.

Imagem: The Intercept.

EUA envia tropas para os Camarões


Os Estados Unidos anunciaram semana passada (14/10) o envio de 300 soldados para o Camarões a fim de ajudar no combate ao grupo fundamentalista “Boko Haram”, que ameaça aliados e interesses estadunidenses. A força deve prover inteligência, vigilância e realizar operações de reconhecimento na região. Washington ainda afirmou que a ação faz parte de um esforço regional maior para conter a expansão de grupos extremistas na África Ocidental.

Foto: Getty Images.

Obama discursa para a União Africana


Como o primeiro presidente estadunidense a visitar a sede da União Africana (UA) em Adis-Abeba, na Etiópia, Barack Obama discursou sobre a importância do estabelecimento de instituições democráticas nos processos de transição de poder nos países da África, fazendo referências específicas às eleições no Burundi, cujo teor já fora duramente criticado pelo governo do país. A importância do combate à corrupção e da promoção de transparência nas emergentes gestões democráticas no continente também foram temas abordados no seu discurso, além de condenar a repressão feminina, crítica feita já feita por Obama em Nairóbi.

Foto: AFP.

Foto: AFP.

EUA quer drones no norte da África para combater “Estado Islâmico”


Os Estados Unidos têm trabalhado em negociações com países do Norte da África para posicionar drones em bases em terra para fortalecer suas capacidades de vigilância e combate contra o “Estado Islâmico”. Caso se concretize, essa seria a maior campanha em extensão territorial realizada até hoje contra o grupo extremista.

Foto: James Less Harper JR, AFP, Getty

Foto: James Less Harper Jr / AFP / Getty Images.

EUA deve mandar 1400 soldados à Libéria para conter ebola


Depois do primeiro caso de Ebola diagnosticado em território estadunidense, o país vai enviar mais 1400 soldados para a Libéria para ajudar a conter o vírus. Não há ainda cura oficialmente aprovada à doença, ainda que vacinas estejam sendo desenvolvidas.

Foto: Flickr / Chuck Hagel

Foto: Flickr / Chuck Hagel

(mais…)

EUA enviará 3 mil soldados para combater ebola na África


Afirmando que o surto de ebola atual é uma ameaça à segurança dos EUA, o presidente Barack Obama anunciou que cerca de 3 mil soldados serão enviados para a África Ocidental para ajudar a conter a doença. Principal destino deve ser a Libéria.

Foto: Larry Downing / Reuters.

Foto: Larry Downing / Reuters.

(mais…)

Tropas dos EUA lançam operação na Somália


Forças militares estadunidenses lançarm uma operação na Somália na última segunda-feira (01/09) para combater o grupo extremista Al-Shabaab, vinculado à Al-Qaeda. Segundo relatos, o alvo era um dos líderes do grupo.

Tropas dos EUA na Somália em 1993. Fonte: AFP / Patrick Baz.

Tropas dos EUA na Somália em 1993. Fonte: AFP / Patrick Baz.

(mais…)

Ocidente limita presença chinesa na África


Segundo o think tank chinês Academia de Ciências Sociais, a presença chinesa na África pode encontrar empecilhos apesar dos bilhões investidos devido ao aumento da presença militar de países ocidentais no continente. Caso as relações entre China e EUA venham a piorar, por exemplo, Washington poderia facilmente conter e monitorar as atividades de Pequim.

Uhuru Kenyatta, Li Keqiang, Paul Kagame e Salva Kiir. Foto: EPA.

Uhuru Kenyatta, Li Keqiang, Paul Kagame e Salva Kiir. Foto: EPA.

(mais…)

EUA corta ajuda e cancela exercício militar com Uganda devido a lei anti-homossexuais


Os Estados Unidos cancelaram na quinta-feira (19/06) um exercício militar regional com Uganda, impuseram restrições de viagens e cortaram ajuda financeira de diversos programas em resposta a uma lei que impõe penalidades severas a homossexuais.

Fonte: AFP.

Fonte: AFP.

(mais…)

Estado de emergência no nordeste da Nigéria é prorrogado pela terceira vez


Após solicitação do presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, o parlamento aprovou na quinta-feira (15/05) a prorrogação por mais seis meses do estado de emergência no nordeste do país – principal zona de ação do grupo radical islâmico Boko Haram.

Foto: picture-alliance / AP.

Foto: picture-alliance / AP.

(mais…)

China e EUA na África


Na semana passada, visitas concomitantes a países africanos por John Kerry e Li Keqiang, respectivamente secretário de estado dos EUA e premiê da China, evidenciaram as diferenças das abordagens de Washington e Pequim para a África.

John Kerry e Li Keqiang em abril de 2014. Foto: Paul J. Richards / AFP / AP / Reuters.

John Kerry e Li Keqiang em abril de 2014. Foto: Paul J. Richards / AFP / AP / Reuters.

(mais…)

EUA envia conselheiros militares à Somália


Pela primeira vez desde 1993, quando 18 soldados estadunidenses foram mortos e dois helicópteros abatidos, os Estados Unidos enviam um pequeno contingente de conselheiros militares à Somália para ajudar na luta contra o grupo terrorista Al-Shabaab.

Tropas dos EUA na Somália em 1993. Fonte: AFP / Patrick Baz.

Tropas dos EUA na Somália em 1993. Fonte: AFP / Patrick Baz.

(mais…)