queda do crescimento econômico

A China em transição: desdobramentos da crise financeira global e o rebalanceamento do modelo de crescimento


Confira aqui a monografia da pesquisadora do ISAPE, Júlia Simões Tocchetto, sobre os principais impactos da crise financeira global sobre a economia chinesa, i.e. a queda nas exportações e o aumento do investimento para compensá-la. Analisando o modelo de desenvolvimento chinês a partir das reformas de Deng Xiaoping em 1978, o trabalho mostra que a crise o colocou em cheque ao atingir as exportações do país e gerar uma necessidade de reconfiguração do mesmo. Portanto, a desaceleração da economia da China parece ter caráter estrutural e não apenas conjuntural. No entanto, assevera-se que é prematuro dizer com certeza que o modelo está esgotado ou que a China está a caminho de um novo estilo de desenvolvimento, pois há evidências em ambas as direções.

Foto: AFP.

Foto: AFP.

Anúncios

Em 2015, queda de investimentos da Petrobras é responsável por redução de 1,7% do PIB


Confira aqui o estudo divulgado pela Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Fazenda que estima que, entre efeitos diretos e indiretos (via efeito multiplicador), a redução dos investimentos da Petrobras será responsável, sozinha, por uma queda de 1,7% do PIB em 2015. A diminuição dos investimentos das empreiteiras usualmente contratadas pela Petrobras responderá por uma redução de outros 0,4% do PIB.

Foto: Reuters / Sergio Moraes

Foto: Reuters / Sergio Moraes

Ebola pode impactar PIB africano em até 4%


De acordo com o Banco Africano de Desenvolvimento, o atual surto de ebola tem provocado uma drenagem de recursos orçamentários e pode reduzir o crescimento econômico do continente africano em até 4%. Além disso, empresários estrangeiros estão abandonando e cancelando projetos em países da região.

Foto: Efe.

Foto: Efe.

(mais…)