Relações EUA-Vietnã

Por que os Estados Unidos suspenderam o embargo de armas ao Vietnã?


Em artigo publicado pela RAND, Scott Warren Harold (25/05) analisa as razões que levaram os Estados Unidos a suspenderem o embargo de armas letais ao Vietnã. Para o autor, medida faz parte de uma estratégia regional de Washington. Dentre os principais motivos estão: o rebalanceamento regional, com o governo Obama procurando melhorar as relações com os países da Ásia-Pacífico; o esforço dos EUA de liberalizar o sistema político e econômico de Hanoi, facilitando a entrada no acordo TPP; a busca por melhorar as capacidades militares (especialmente navais e aéreas) dos países do Sudeste Asiático, a fim de aumentar a venda de armas e a capacidade destes de defesa e consciência de situação; e auxiliar o Vietnã a se armar contra a assertividade chinesa no Mar do Sul da China.

Foto: Carlos Barria / Reuters

EUA encerram embargo de armamentos ao Vietnã depois de 50 anos


Nesta segunda-feira (23/05), os Estados Unidos suspenderam o embargo à venda de armas para o Vietnã. Anúncio se deu durante visita do presidente dos EUA, Barack Obama, ao país. A restrição de vendas de armas vigorou por cerca de 50 anos. A suspensão do embargo, segundo oficiais estadunidenses, faz parte do caminho da normalização das relações com o Vietnã. Obama também deve promover o Acordo de Parceria Transpacífico na região (TPP, em inglês).

Foto: C. Barria / Reuters

EUA deve remover embargo de armas para o Vietnã


Conforme matéria da revista Foreign Policy, os Estados Unidos devem remover o embargo de armas em voga contra o Vietnã desde a guerra entre os dois países, finda em 1975. Ainda que o embargo tenha se flexibilizado há dois anos para permitir a venda de armamentos relacionados à “segurança marítima”, o seu fim oficial permitiria que Hanói comprasse artigos estadunidenses de alta tecnologia tais como radares e aeronaves de monitoramento. Medida serviria para reaproximar ambos em um contexto de crescente disputa entre EUA e China no pacífico ocidental. Entretanto, ainda há forte oposição interna nos EUA, que reclamam da situação dos direitos humanos no Vietnã principalmente.

Foto: KHAM / AFP / Getty Images via Foreign Policy. 

EUA e Vietnã firmam novo acordo militar


Os Estados Unidos e o Vietña firmaram nesta segunda-feira (01/06) um novo acordo militar bilateral. Segundo documento, os dois países comprometem-se a intensificar o comércio bilateral de armamentos e tecnologias militares e a, potencialmente, desenvolver e produzir equipamentos conjuntamente. Embora tanto Hanói quanto Washington estejam otimistas, nota-se que o acordo não é vinculante.

Foto: Glen Fawcet / Departamento de Defesa dos EUA.