Sudeste da Ásia

Parlamento de Mianmar rejeita o fim do poder de veto dos militares


O parlamento de Mianmar rejeitou nesta quarta-feira (25/06) a extinção do poder de veto dos militares sobre mudanças na constituição do país. Embora a maioria dos parlamentares tenha se mostrado a favor da mudança, não se obtiveram os 75% dos votos necessários para a aprovação.

myanmar

Mapa: n.i.

A legalidade das reivindicações de Pequim no Mar do Sul da China


Recentemente, oficiais do governo dos Estados Unidos declararam que as reivindicações territoriais de Pequim no Mar do Sul da China são “absurdas”. Para desmistificar essa posição, frequentemente veiculada pela mídia, Greg Austin analisa a questão e mostra que as ações chinesas estão basicamente de acordo com o direito internacional. Portanto, os motivos por trás das reprimendas dos EUA à China são políticos e não legais, pois Pequim vem se comportando de maneira muito semelhante ao Vietnã e às Filipinas, por exemplo, no que tange a disputa territorial na região.

Mapa: BBC.

Mapa: BBC.

Xi Jinping encontra-se com líder da oposição de Mianmar


Nesta quinta-feira (11/06), Xi Jinping, presidente da China, encontrou-se com Aung San Suu Kyi, líder da Liga Nacional pela Democracia (LND), partido de oposição de Mianmar. Na reunião, Xi pediu que a LND e Suu Kyi tenham um papel construtivo ao guiar o povo mianmarense a respeito das relações China-Mianmar racionalmente e sem preconceitos, valorizando os laços bilaterais entre as duas nações. Mianmar vem passando por um processo de democratização e, com isso, a LND tem se fortalecido no país.

Aung San Suu Kyi e Xi Jinping. Foto: Xinhua / Liu Weibing.

Governo chinês recebe opositora do governo de Mianmar


Líderes chineses receberão a importante opositora do governo de Mianmar e ganhadora do prêmio Nobel da Paz, Aung San Suu Kyi, em sua primeira visita ao país. Ato sinaliza o recente desagrado de Pequim com Naipidau, o qual tem se aproximado dos Estados Unidos no contexto de sua democratização. Esta semana, a China anunciou também um grande exercício militar na fronteira sino-mianmarense.

Foto: Reuters

Foto: Reuters

Japão e Filipinas fortalecem parceria estratégica


Em uma reunião de cúpula nesta quinta-feira (04/06), o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e o presidete das Filipinas, Benigno Aquino III, celebraram o fortalecimento da parceria estratégica entre os dois países com uma série de acordos securitários e econômicos. No campo econômico, a ênfase recaiu em infraestrutura e tecnologia. No securitário, o Japão comprometeu-se a transferir tecnologia e equipamentos militares e a expandir treinamentos e exercícios militares, particularmente no âmbito marítimo. Significativamente, Aquino declarou que está em discussão um tratado que permita que forças japonesas utilizem bases militares filipinas.

Foto: Ministério da Defesa do Japão.

EUA e Vietnã firmam novo acordo militar


Os Estados Unidos e o Vietña firmaram nesta segunda-feira (01/06) um novo acordo militar bilateral. Segundo documento, os dois países comprometem-se a intensificar o comércio bilateral de armamentos e tecnologias militares e a, potencialmente, desenvolver e produzir equipamentos conjuntamente. Embora tanto Hanói quanto Washington estejam otimistas, nota-se que o acordo não é vinculante.

Foto: Glen Fawcet / Departamento de Defesa dos EUA.

Na Tailândia, junta militar quer nova constituição antes de eleições


A junta militar que governa a Tailândia desde o golpe em 2014 decidiu que haverá um referendo sobre uma nova constituição para o país e isto deve fazer com que a eleição geral, esperada para meados de 2016, seja adiada por um período por enquanto indefinido. A constituição que deve ser votada entrou em vigor logo após a deposição da premiê Yingluck Shinawatra ano passado e é criticada por fragmentar os partidos políticos, forçando governos de coalizão, e por prever legisladores não eleitos pelo povo.

Militares nas ruas de Bangkok. Foto: Holger Grafen.

Na Tailândia, julgamento de Shinawatra deve fortalecer militares e monarquistas


Começou nesta terça-feira (19/05) na Suprema Corte da Tailândia o julgamento da ex-primeira-ministra Yingluck Shinawatra por negligência em caso de corrupção envolvendo subsídios agrícolas para plantações de arroz. Shinawatra, que já perdeu seus direitos políticos por cinco anos, ainda pode pegar até dez anos de prisão caso seja considerada culpada. A ex-premiê foi deposta por um golpe militar em maio de 2014 e sofreu processo de impeachment retroativo em janeiro deste ano. Analistas afirmam que o julgamento é de cartas marcadas e que a sentença deve reforçar poder de monarquistas e militares e enfraquecer de vez a família Shinawatra, a qual vinha dominando a política do país desde os anos 2000.

Militares nas ruas de Bangkok. Foto: Holger Grafen.

Brasil e Austrália condenam execução de seus cidadãos pela Indonésia


Um brasileiro e dois australianos, além de outros seis condenados por tráfico de droga foram executados por um pelotão de fuzilamento na Indonésia hoje (28/04), causando duras respostas de Brasília e Canberra. Em nota, o Brasil afirmou que execução de mais um cidadão brasileiro constitui “fato grave” nas relações entre os dois países e que fortalece a disposição do país em defender o fim da pena de morte. Já o primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, chamou de volta seu embaixador na Indonésia como forma de protesto e disse a repórteres: “Nós respeitamos a soberania da Indonésia, mas nós deploramos o que foi feito e isso não pode ser simplesmente uma coisa normal”.

Vigília pelos condenados à morte na Indonésia. Foto: Reuters / Jason Reed.

França alerta Indonésia para consequências de execução de cidadão francês


A embaixadora da França em Jacarta, capital indonésia, alertou para as possíveis “consequências”, caso o cidadão francês condenado à morte, por tráfico de droga, venha a ser fuzilado. “Nossas relações vão ter consequências em caso de execução” disse a embaixadora Corinne Breuzé, em entrevista coletiva, destacando que a França, que aboliu a pena de morte em 1981, opõe-se à medida, seja qual for a circunstância.

Mapa: UNDP.

Mapa: UNDP.

China revela detalhes de suas reivindicações territoriais no Mar do Sul da China


Pela primeira vez, o Ministério de Relações Exteriores da China entrou em detalhes sobre as demandas territoriais no Mar do Sul da China. O país tem se esforçado na criação de ilhas artificiais na região, tornando mais tensas as disputas territoriais. Depois de um histórico de declarações evasivas defendendo a legalidade de suas reivindicações, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, descreveu as razões por trás da atividade chinesa. Hua afirmou que as construções realizadas pelo seu país visam a melhorar infraestrutura já existente na região, o que alimenta o debate jurídico sobre a soberania dos territórios em disputa.

Foto: Departamento de Relações Exteriores das Filipinas

Foto: Departamento de Relações Exteriores das Filipinas

Mianmar pede desculpas à China por bombardeio na fronteira


O governo de Mianmar assumiu responsabilidade e pediu desculpas à China por bomba que caiu em vilarejo chinês na província de Yunnan matando cinco pessoas e ferindo mais oito no último dia 13 de março. Pequim havia condenado imediatamente a força aérea mianmarense, a qual combatia forças rebeldes no norte do país desde fevereiro deste ano. Incialmente, no entanto, o governo de Mianmar punha a culpa nos rebeldes, mas agora já propôs formas de compensação às famílias das vítimas.

Mapa: Al Jazeera.

Mapa: Al Jazeera.

Em Mianmar, governo e rebeldes aceitam plano de cessar-fogo


O governo de Mianmar e grupos de rebeldes concordaram com o texto de um plano de cessar-fogo a ser implementado em todo o território nacional do país. Medida é vista como um grande avanço após 16 meses de negociação e poria fim a décadas de conflito civil em Mianmar. Ainda não se conhece o conteúdo do futuro acordo, o qual deverá ser assinado por mais de 12 grupos armados que vêm lutando contra o governo central. Diplomatas acreditam que rebeldes devem assiná-lo já em abril. As primeiras eleições nacionais após anos de governo militar devem acontecer em novembro deste ano.

Mapa: n.i.

Mapa: n.i.

China e Indonésia visam a maior cooperação em infraestrutura


Nesta sexta-feira (27/03), o primeiro ministro chinês, Li Keqiang, e o presidente indonésio, Joko Widodo, comprometeram-se com maior cooperação bilateral para a construção de infraestrutura e para investimentos. Keqiang enfatizou que a China encorajará empresas a investirem em ferrovias e parques industriais portuários na Indonésia. Já Widodo ressaltou a importância do fortalecimento da cooperação entre os dois países em energia e indústria marítima, entre outros. A Indonésia é membro fundador do recém-criado Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura, capitaneado por Pequim.

Widodo (E) e Keqiang. Foto: Xinhua / Xie Huanchi.

Joko Widodo (E) e Li Keqiang em Pequim. Foto: Xinhua / Xie Huanchi.

Suprema Corte da Tailândia decide que ex-premiê seja julgada por negligência


A Suprema Corte da Tailândia decidiu que Yingluck Shinawatra, ex-primeira-ministra do país, seja julgada pelo crime de negligência em um caso de corrupção envolvendo subsídios agrícolas para plantações de arroz. Shinawatra, que já perdeu seus direitos políticos por cinco anos, ainda pode pegar até dez anos de prisão caso seja considerada culpada no tribunal. A ex-premiê foi deposta por um golpe militar em maio de 2014 e sofreu processo de impeachment retroativo em janeiro deste ano.

Shinawatra. Foto: Reuters.

Yingluck Shinawatra. Foto: Reuters.

Mianmar realiza operação militar contra grupo separatista em Kachin


O exército de Mianmar realizou operações militares contra o grupo separatista “Exército da Independência de Kachin” no estado de Kachin no norte do país. A ofensiva foi realizada após o grupo rebelde ter brevemente sequestrado o ministro dos transportes do país. Os intensos combates forçaram centenas de pessoas a fugirem da região.

Mapa: Al Jazeera.

Mapa: Al Jazeera.

Na Tailândia, começa julgamento de ex-primeira ministra


Na Tailândia, tribunal começou hoje (09/01) com as audiências sobre o suposto caso de corrupção envolvendo a ex-primeira ministra, Yingluck Shinawatra. Shanawatra é acusada de má gestão dos programas de subsídios ao arroz, que teriam custado mais de 12,5 milhões de euros aos cofres públicos do país. Julgamento deve terminar no final do mês.

Shinawatra. Foto: Reuters.

Yingluck Shinawatra. Foto: Reuters.

(mais…)

Vietnã e Índia estreitam laços com US$ 100 mi em crédito militar


Os laços entre Vietnã e Índia se intensificaram após a visita do presidente indiano Pranab Mukherjee em que se firmaram muitos acordos, um deles envolvendo a ampliação do crédito indiano para o gasto militar vietnamita em 100 milhões de dólares. A ascensão da Índia como parceiro vietnamita no setor de defesa ocorreu após a queda da União Soviética e está permitindo a modernização do exército do Vietnã.

Flag-raising_ceremony_for_two_first_submarines_held_in_Cam_Ranh,_2014

Foto: Wikimedia Commons

(mais…)

Os quatro princípios chineses nas disputas pelo Mar do Sul da China


Ministro das Relações Exteriores chinês propõe quatro princípios para guiar a política externa chinesa nas disputas no Mar do Sul da China. Se trata de um avanço para clarificar a posição do país, que possui grande interesse na região e tem demonstrado avanços em direção a saídas negociadas.

Imagem: Banco de imagens Shutterstock

Plataformas de petróleo no Mar do Sul da China Imagem: Banco de imagens Shutterstock

(mais…)

Vietnã estaria mais perto de adquirir mísseis supersônicos da Índia


O Vietnã estaria mais perto de concretizar negociação iniciada em 2011 para comprar plataforma de mísseis supersônicos BrahMos, desenvolvida em conjunto por Índia e Rússia. A aquisição contraria os interesses chineses, já que a China e o Vietnã possuem disputas no Mar do Sul da China.  O fechamento do negócio depende de ratificação russa.

Foto: Wikimedia Commons

Foto: Wikimedia Commons

(mais…)

China impulsiona Rota da Seda Marítima no Sul, Sudeste Asiático


Rota da Seda Marítima é abraçada pelo Sri Lanka e Maldivas, mas pode encontrar obstáculos causados pelas tensões no Mar do Sul da China.

Imagem: Banco de imagens Shutterstock

Imagem: Banco de imagens Shutterstock

(mais…)

Canadá realiza pivô para a ASEAN


No mês passado, o ministro canadense para comércio internacional realizou uma missão de quatro dias no Laos e em Mianmar para impulsionar parcerias comerciais e de desenvolvimento entre o Canadá e os países do sudeste asiático. Medida é sintomática dos laços rapidamente crescentes entre Ottawa e a ASEAN.

Foto: Flickr.

Foto: Flickr.

(mais…)

Mianmar e o equilíbio entre as grandes potências


Nos últimos tempos, Mianmar vem tentando equilibrar a influência da China e da Índia, barganhando para obter mais investimentos de ambos, especialmente em infraestrutura.

Imagem: ICEC.

Imagem: ICEC.

(mais…)

O rápido crescimento do comércio entre Índia e ASEAN


Com a mudança do status de Mianmar na região do sudeste asiático, Índia e ASEAN podem passar por um rápido aumento do comércio entre si devido ao potencial das rotas terrestres e às políticas de maior aproximação do recém-eleito Narendra Modi. Entre os setores econômicos indianos com maiores chances de expansão estão o farmacêutico, têxtil e de pedras preciosas.

Docas indianas. Fonte: Reuters / Vivek Prakash.

Foto: Reuters / Vivek Prakash.

(mais…)

Joko Widodo é eleito presidente da Indonésia


Reformista, Joko Widodo — também conhecido como “Jokowi” — recebeu 53% dos votos, segundo resultados oficiais, vencendo assim as eleições presidenciais da Indonésia. O rival, Prabowo Subianto, diz que processo eleitoral foi fraudulento, antidemocrático e injusto.

Joko Widodo. Foto: Adek Berry / AFP / Getty Images.

Joko Widodo. Foto: Adek Berry / AFP / Getty Images.

(mais…)

China informa que segunda plataforma petrolífera se aproxima do Vietnã


Funcionários do governo vietnamita informaram que barcos da China e do Vietnã colidiram no Mar da China Meridional durante tentativa da Marinha do Vietnã de impedir chineses de instalar uma plataforma de petróleo em uma área disputada.

Foto: Hoang Dinh Nam / AFP / Getty Images.

Foto: Hoang Dinh Nam / AFP / Getty Images.

(mais…)

Junta militar tailandesa lança campanha para conquistar apoio da população


A junta militar golpista da Tailândia lançou a Campanha Levar a Felicidade à População com o intuito de melhorar a imagem dos militares e contrariar as críticas ao golpe Estado ocorrido no dia 26 de maio.

Junta militar golpista. Foto: Reuters.

Junta militar golpista. Foto: Reuters.

(mais…)

Nova colisão de navios da China e do Vietnã


As tensões voltaram a subir no Mar da China Meridional após nova colisão entre navios da guarda costeira de China e Vietnã. Apesar de danos aos cascos, os navios não afundaram e não houve feridos.

Foto: Wikimedia Commons.

Foto: Wikimedia Commons.

(mais…)

Junta militar detalha plano para reconciliação na Tailândia


O Conselho Nacional para Paz e Ordem da Tailândia revelou nesta terça-feira (03/06) o seu plano de reconciliação política no país. O plano possui três fases, sendo que a primeira já está em andamento e a segunda deve iniciar ainda este mês.

Junta militar golpista. Foto: Reuters.

Junta militar golpista. Foto: Reuters.

(mais…)

Indonésia tenta se aproximar da África


Ultimamente, a Indonésia vem tentando aumentar seus laços com países africanos. Esse novo engajamento pode impulsionar o papel desempenhado pelo país no cenário global.

Foto: Reuters / Thierry Gouegnon.

Foto: Reuters / Thierry Gouegnon.

(mais…)