Tecnologia militar

Força Aérea dos EUA declara F-35 “pronto para combate”


Nesta terça-feira (02/08), a Força Aérea dos Estados Unidos declarou que seu esquadrão de caças F-35A estão “prontos para combate”. Isso significa que a Força já pode enviar os caças multifuncionais de quinta geração para missões de batalha em qualquer lugar do mundo. Os primeiros F-35 operacionais, 12 aeronaves, pertencem ao 34º Esquadrão de Caças, localizado no estado de Utah nos EUA. Críticos apontam que a declaração da Força Aérea é mais uma medida de marketing do que verdadeiramente operacional, uma vez que ainda existem vários problemas.

Foto: Paul Holcomb / Força Aérea dos EUA.

Índia junta-se à elite global de detentores de tecnologia de mísseis


Nesta segunda-feira (27/06), a Índia juntou-se ao pequeno rol de países que controlam o comércio mundial de tecnologias de mísseis. O Regime de Controle de Tecnologia de Mísseis visa à não proliferação dessas tecnologias, restringindo a comercialização de mísseis, foguetes, drones e sistemas de entrega. Com a entrada indiana, são 35 os países membros do regime, incluindo o Brasil. A Índia pretende, com isso, legitimar seus programas nuclear e missilístico. No entanto, a China vem bloqueando a entrada indiana no regime de detentores de tecnologia nuclear.

Foto: divulgação.

EUA aprova exportação de tecnologias do F-35 para a Coreia do Sul


O governo dos Estados Unidos aprovou a exportação de tecnologias avançadas do caça de 5ª geração F-35, ainda em desenvolvimento, para a Coreia do Sul, que as deve utilizar para desenvolver o caça nativo multifuncional de 4,5ª geração KF-X. Oficiais sul-coreanos afirmaram que os EUA concederam autorização para a exportação de 21 tecnologias sensíveis. Seul ainda deve comprar cerca de 40 caças F-35.

Modelo do KF-X. Foto: Patrick Allen / IHS.

Turquia e Ucrânia negociam modernização de tanques


As maiores empresas do setor de defesa da Turquia e da Ucrânia iniciaram negociações para programas de modernização de tanques. As conversas entre a turca Aselsan e a ucraniana Ukroboronprom podem incluir o sistema AKKOR, desenvolvido pela primeira e que serve para proteger blindados de mísseis.

635850153905707518-000-par7293370

Foto: Adem Altan / AFP.

Nova postura do Japão para tecnologias de defesa


Em artigo publicado na revista The Diplomat (24/11), Crystal Pryor analisa a nova postura do Japão em relação a tecnologias de Defesa. Tóquio criou este ano a Agência de Aquisição Tecnológica e de Logística (ATLA, em inglês) com a finalidade de unir as pesquisas no ramo de defesa e exportações. A venda de armas japonesas para outros países teve diversas restrições retiradas nos últimos tempos. A ATLA também tenta uma aproximação dos setores de inovação civis com os de inovação militar.

thediplomat_2015-03-05_06-52-39-386x247

Foto: Wikimedia Commons / Toshiro Aoki.

Na Rússia, vazam planos de torpedo nuclear


Em reportagem na televisão russa, vazaram os planos secretos de construção de grandes torpedos nucleares de longo alcance da Rússia. O projeto, chamado de Status-6, não deveria ter aparecido em rede nacional, informou o governo russo. O sistema projetado seria devastador em regiões costeiras e criaria tsunamis e grandes áreas de contaminação radioativa. Suspeita-se que uma bomba de cobalto seja o conteúdo do torpedo. Analistas também acreditam que tenha sido um vazamento deliberado de informações à mídia.

Imagem: TV estatal russa.

China estaria construindo 2 novos porta-aviões


Segundo fontes militares e fotos de satélite, a China estaria construindo dois porta-aviões em seus estaleiros com tecnologia exclusivamente nacional. Novos navios serviriam para missões de combate direto e se juntariam ao porta-aviões comissionado em 2012 Liaoning, o qual foi construído com base em tecnologia soviética. Novas armas fazem parte do plano de expansão naval da China até 2020.

Foto: Global Security.

Coreia do Sul apresenta helicóptero militar sem piloto


A Coreia do Sul apresentou uma maquete em tamanho real de um variante sem piloto do helicóptero leve de ataque MD 500. O modelo, designado KUS-VH, deve ter um protótipo voando ainda este mês. O equipamento é fruto da cooperação tecnológica da empresa Boeing com a Divisão Aeroespacial Coreana (KAL-ASD, em inglês), e pretende utilizar-se das máquinas como auxiliares para os novos helicópteros AH-64E Apache do país.

Foto: Boeing.

Irã estaria interessado em tecnologia militar do leste europeu


Segundo fontes ucranianas, há um crescente interesse por parte de Irã em tecnologia aeroespacial e de defesa de países do leste europeu. Representantes iranianos têm frequentemente visitado a região e sondado possíveis contratos para modernizar as suas forças armadas. Porém, a questão esbarra em sanções internacionais ainda em vigor, as quais proíbem esse tipo de exportação para o Irã.

Foto: ukroboronprom.com.ua.

No Brasil, Sisfron poderá contar com parceria de Itaipu


O Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron) poderá contar com uma parceria com o programa de baterias de sódio da Usina Hidrelétrica de Itaipu, localizada em Foz do Iguaçu, no Paraná. As baterias garantem que o sistema tenha acesso a comunidades isoladas nas regiões de fronteira do país. A tecnologia foi apresentada ao ministro da Defesa, Jacques Wagner, na tarde da última quinta-feira (30/07) em visita à Usina, ocasião em que foi ressaltada a importância do projeto para a segurança e soberania nacionais.

Foto: PH Freitas, Ministério da Defesa.

Foto: PH Freitas, Ministério da Defesa.

Indonésia e EUA fortalecem cooperação em defesa


A Indonésia e os Estados Unidos concordaram em aprofundar seus laços estratégicos através de novos acordos de cooperação em defesa. Estes incluem o compartilhamento de inteligência, cibersegurança, combate ao terrorismo e intercâmbio de tecnologias militares industriais. Segundo Jacarta, a intensificação dos laços securitários entre os dois países se dá devido a uma evolução das ameaças na região Ásia-Pacífico.

Foto: Daily Indonesia.

Rússia revela sua nova força de blindados


Na semana passada, o Ministério da Defesa da Rússia revelou o que há de mais moderno para as suas forças de blindados, incluindo tanques, artilharia e transporte. Os veículos ainda não foram comissionados pelas forças armadas do país, e seus sistemas de armamentos estão encobertos nas fotos divulgadas, dificultando a análise. No entanto, a grande novidade é o tanque de batalha principal (Main Battle Tank) T-14 Armata, o qual representa um marcado distanciamento do design e tecnologias soviéticos.

Foto: Sputnik / Ramil Sitdikov.

Saab e Embraer firmam parceria para construção do Gripen NG


Nesta terça-feira (14/04), a empresa de defesa sueca Saab e a Embraer firmaram oficialmente sua parceira para o desenvolvimento e construção do caça Gripen NG. A empresa brasileira terá a liderança na coordenação de atividades em solo brasileiro, bem como em entrega de sistemas, integração com armamentos brasileiros, testes de voo, montagem e entrega final dos caças. Ambas empresas cooperarão no desenvolvimento da versão de dois assentos do Gripen. Estabeleceu-se também que uma fábrica será construída em Gavião Peixoto (SP) para apoio de operações dos futuros caças da Força Aérea Brasileira.

gripen ng

Foto: Saab.

A tecnologia do nitreto de gálio deve fortalecer exportações militares dos EUA


Mais que a flexibilização da exportação de drones, para alguns analistas a mais forte influência nas vendas de armamentos dos Estados Unidos se dará com a permissão da venda de produtos com a tecnologia do nitreto de gálio. Considerada a molécula mais importante desde o silício para os semicondutores, tem ampla aplicação civil e militar. Os semicondutores de nitreto de gálio suportam uma maior voltagem e, portanto, possuem maior eficiência energética.

O nitreto de gálio possui aplicação nos radares de baterias antiaérea como a dos mísseis Patriot. Foto: Raytheon

O nitreto de gálio possui aplicação nos radares de baterias antiaérea como a dos mísseis Patriot.
Foto: Raytheon

Índia testa com sucesso seu melhor míssil balístico intercontinental


A Índia realizou um teste satisfatório de seu míssil balístico intercontinental Agni-5, a partir de uma plataforma móvel. Este é o mais poderoso míssil estratégico indiano lançado a partir do solo, com 17 metros de comprimento, 50 toneladas de peso no lançamento e capaz de entregar uma ogiva nuclear a mais de 5.000 km. Esse foi o terceiro teste do míssil que compõe o arsenal balístico indiano juntamente com outros quatro modelos de alcances variados.

Foto: Doordarshan National / Twitter

Foto: Doordarshan National / Twitter

Rússia quer cooperar com Indonésia no setor industrial militar


Com o objetivo de solidificar sua posição no comércio internacional de armamentos, a Rússia ofereceu cooperação tecnológica na área de defesa à Indonésia. Segundo o Ministério da Defesa da Indonésia, o esquema de cooperação envolve transferência tecnológica e produção conjunta entre os países. Vladimir Putin já havia conversado sobre o tema com o presidente indonésio, Joko Widodo, durante o Fórum da APEC.

O presidente Indonésio, Joko Widodo. Foto: Reuters / Damir Sagolj

O presidente Indonésio, Joko Widodo.
Foto: Reuters / Damir Sagolj

Lançamento de F-35 é atrasado por falha em software


O Pentágono descobriu falhas no software do F-35, caça de quinta geração produzido pela estadunidense Lockheed Martin, atrasando seu voo inaugural como aeronave pronta para uso. O caça, que é a arma mais cara já produzida até então, teria problemas para liberar bombas, comunicar-se com outras aeronaves e detectar radares inimigos por uma falha em seu código de programação. O custo do projeto do F-35 está estimado em quase 400 bilhões de dólares.

Foto: Jonathan Newton / The Washington Post / Getty Images

Foto: Jonathan Newton / The Washington Post / Getty Images

Turquia não tem pressa para fechar contrato de defesa antiaérea


A Turquia está em negociações com China, União Europeia e Estados Unidos pela aquisição de um sistema de defesa antiaérea bilionário. O país está analisando vários condicionantes políticos e técnicos para tomar a decisão final. O reconhecimento, pelo congresso estadunidense, do genocídio armeno, impetrado pelo Império Otomano entre 1915 e 1920, é o último elemento dessas complexas negociações. A Turquia poderia vincular o não reconhecimento do genocídio à escolha do sistema antiaéreo estadunidense. A influência da OTAN também deve ser importante para que a proposta chinesa seja preterida.

Foto: John Macdougall / Getty Images / AFP

Foto: John Macdougall / Getty Images / AFP

A nova iniciativa de P & D do Pentágono


A próxima geração de armamentos estadunidenses será impulsionada pelo novo esforço do Pentágono em pesquisa e desenvolvimento. O objetivo é dar manutenção à superioridade tecnológica estadunidense. A posição relativa do país tem caído nos últimos anos com o desenvolvimento de inovações por outros países. Assim, o foco da iniciativa do Pentágono será dado em contramedidas as seguintes tecnologias que se tornaram mais difusas no sistema internacional: mísseis anti-satélites, munição guiada de precisão e tecnologia furtiva (stealth).

Foto: AFP

Foto: AFP

A versão brasileira do caça Gripen NG


Conheça a ‘versão personalizada’ do caça sueco Gripen NG que o Brasil comprou. Segundo a SAAB, diversas adaptações exigidas pelos brasileiros fizeram o avião ficar quase US$ 1 bi mais caro. Por exemplo, a FAB adquiriu 36 caças com tela panorâmica, a qual somente os estadunidenses F-35 possuem e que será produzida no Rio Grande do Sul pela AEL.

Foto: SAAB / divulgação.

Foto: SAAB / divulgação.

(mais…)

China almeja desenvolver submarino supersônico


A China está cada vez mais perto de criar um submarino supersônico, capaz de navegar de Xangai a São Francisco em poucas horas, através da exploração do fenômeno da supercavitação.

Imagem: SCMP.

Imagem: SCMP.

(mais…)

FAB assina contrato de compra do avião brasileiro KC-390


Com a presença da presidente Dilma Rousseff, o comando da Força Aérea Brasileira (FAB) assinou com a Embraer um contrato de compra dos primeiros aviões de transporte militar KC-390. O contrato prevê a aquisição de 28 aeronaves, as quais substituirão os atuais Hércules (C-130) utilizados pela FAB.

Foto: Roberto Stuckert / PR / MD.

Foto: Roberto Stuckert / PR / MD.

(mais…)

Há um alvo para armas hipersônicas?


Os Estados Unidos já gastaram mais de 1 bilhão de dólares no desenvolvimento de armas hipersônicas. Contudo, ainda não há um alvo claro dessas armas: por enquanto, elas seriam inúteis, podendo até dar início a uma guerra nuclear com a China. Ainda assim, corrida armamentista hipersônica já se inciou.

Imagem: Wikimedia Commons.

Imagem: Wikimedia Commons.

(mais…)

Rússia quer quadruplicar número de plataformas de armas estratégicas


A Rússia deve quadruplicar seu arsenal de plataformas de lançamentos de armas de longo alcance de alta precisão nos próximos sete anos. Objetivo é aumentar a capacidade dissuasória do país.

Fonte: Sergei Kazak / RIA Novosti.

Foto: Sergei Kazak / RIA Novosti.

(mais…)

Indústrias bélicas de Ucrânia e Rússia são interdependentes, apesar da crise


Colaboração entre empresas de armamentos russas e ucranianas esfria com a crise, mas não é suspensa. Rússia precisa de ucranianos para manter seus mísseis. Ucrânia depende das exportações para o vizinho.

Foto: picture-alliance / ITAR-TASS.

Foto: picture-alliance / ITAR-TASS.

(mais…)

Novo blindado do Exército Brasileiro tem seu primeiro lote entregue


O Exército Brasileiro passou a contar, a partir da semana passada, com um moderno e poderoso instrumento para operações militares de ataque, defesa, patrulhamento e missões de paz: a Viatura Blindada de Transporte de Pessoal (VBTP-MR) Guarani. O primeiro lote com 13 veículos foi entregue oficialmente ao 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado, em Cascavel, oeste paranaense, em cerimônia que contou com a presença do ministro da Defesa, Celso Amorim, e do comandante do Exército, general Enzo Martins Peri.

Foto: Tereza Sobreira / MD.

Foto: Tereza Sobreira / MD.

(mais…)

EUA deve testar míssil hipersônico em agosto


O exército dos Estados Unidos anunciou que vai realizar a segunda rodada de testes de míssil hipersônico. Esta será decisiva para a continuidade do programa e para a possível inclusão da marinha no desenvolvimento do mesmo.

Fonte: EPA / Força Aérea dos EUA.

Fonte: EPA / Força Aérea dos EUA.

(mais…)

Irã anuncia nova tecnologia de mísseis


A Guarda Revolucionária do Irã anunciou a aquisição de tecnologia para mísseis balísticos de médio alcance com múltiplas ogivas especialmente projetado para atacar bases dos Estados Unidos e de Israel. Notícia pode colocar em risco as negociações com o P5+1 sobre um acordo permanente sobre o programa nuclear do país.

Foto: AP.

Foto: AP.

(mais…)

Vão os mísseis hipersônicos tornar as defesas antimísseis obsoletas?


Zachary Keck argumenta que, apesar dos bilhões de dólares e décadas de trabalho investidos, a defesa antimísseis produziu poucos resultados, e o futuro não parece ser promissor com o advento dos mísseis hipersônicos.

Fonte: EPA / Força Aérea dos EUA.

Imagem: EPA / Força Aérea dos EUA.

(mais…)

EUA considera desenvolver mísseis hipersônicos lançados de submarinos


A Marinha dos Estados Unidos deu início a estudos para o desenvolvimento de mísseis hipersônicos convencionais de alcance intermediário para serem lançados de submarinos. Esses mísseis fariam parte da doutrina Prompt Global Strike (ataque global imediato), que almeja que os EUA sejam capazes de atacar qualquer lugar no mundo dentro de 60 minutos.

Fonte: Marinha dos EUA.

Fonte: Marinha dos EUA.

(mais…)