terrorismo

Atentados terroristas na Arábia Saudita


No domingo (03/07) e nesta segunda-feira (04/07), ocorreram dois atentados terroristas na Arábia Saudita, na cidade de Jidá e em Medina, respectivamente. Ambos foram de pequenas proporções devido à ação policial saudita. O primeiro visava uma mesquita ao lado do consulado dos Estados Unidos na cidade e deixou dois policiais feridos. O segundo aconteceu em um estacionamento ao lado da mesquita de Maomé, o segundo lugar mais sagrado do islamismo, e causou a morte de pelo menos dois oficiais. Cerca de dois milhões de muçulmanos visitaram a cidade nas últimas semanas devido ao Ramadã, mas nenhum fiel teria sido atingido. Além de Medina e Jidá, dois homens-bomba também teriam atacado a cidade de Qatif nesta segunda-feira. Suspeita-se que esses ataques terroristas tenham sido perpetrados pelo “Estado Islâmico”.

Explosão em Medina. Foto: Al Arabyia / Twitter.

Anúncios

Atentado do Estado Islâmico em Bagdá vitima mais de 200 pessoas


No domingo (03/07), o “Estado Islâmico” realizou um atentado terrorista em Bagdá, capital do Iraque, que causou a morte de pelo menos 213 pessoas e deixou cerca de 300 feridos. O ataque ocorreu do lado de fora da sorveteria mais antiga e popular da cidade no momento em que pessoas se juntavam para fazer as compras às vésperas do final do Ramadã, mês sagrado muçulmano. Além desse ataque, um outro foi realizado em outro bairro da cidade e deixou cinco mortos e 18 feridos, mas sem reivindicação de autoria até o momento. O Iraque vem sofrendo uma onda de atentados do “Estado Islâmico” em resposta às suas vitórias territoriais contra o grupo terrorista.

Foto: Reuters via Al Jazeera.

Estado Islâmico reivindica atentados terroristas no Iraque e no Iêmen


O Estado Islâmico (EI) reivindicou a autoria de ataques terroristas ocorridos no Iraque e no Iêmen neste domingo (15/05) . Um carro-bomba e seis extremistas atacaram uma fábrica de gás de cozinha na cidade de Taji (20 quilômetros ao norte de Bagdá), deixando pelo menos 14 mortos e 27 feridos. Outras 4 bombas explodiram nas proximidades e no interior de Bagdá, deixando mais de 15 mortos e 46 feridos. Já no Iêmen, um ataque contra um centro da polícia deixou, além de dezenas de feridos, pelo menos 25 recrutas mortos, na cidade de Mukalla, no sul do país. 

Foto: AFP

EUA realiza “pequenas guerras” contra terrorismo na África e no Oriente Médio


Os Estados Unidos estão aumentando a presença de soldados das Operações Especiais pelo mundo -especialmente África e Oriente Médio- a fim de impedir a expansão de grupos terroristas, incluindo com combate direto. As tropas seriam enviadas com as prerrogativa de auxiliar e aconselhar forças locais contra o terrorismo. Porém, o governo do presidente Obama estaria utilizando essas forças de elite em “pequenas guerras” diretas contra a al-Qaeda e o “Estado Islâmico” em países como Iêmen, Somália, Iraque, Síria e Líbia.

Foto: Navy Seals

Putin defende criação de sistema “não alinhado” para combater terrorismo internacional


O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que seu país está disposto a criar um sistema internacional de segurança “não alinhado” para combater o terrorismo global. Discurso foi realizado nesta segunda-feira (09/05), durante comemoração dos 71 anos do fim da Segunda Guerra Mundial. Segundo Putin, o conflito mostrou que os “padrões duplos” são inaceitáveis.

Foto: Grigoriy Sisoev / Sputnik

Tribunal da Alemanha considera parte de lei antiterrorismo inconstitucional


Nesta quarta-feira (20/04), uma lei antiterrorismo da Alemanha que concede amplos poderes de vigilância ao Departamento Federal de Investigações (BKA) foi considerada inconstitucional pelo Tribunal Constitucional Federal. Segundo o julgamento, os direitos fundamentais dos cidadãos podem ser atingidos por ações das autoridades de vigilância. As atribuições e justificativas do BKA para vigiar suspeitos seriam vagas demais ou amplas demais, faltando transparência e controle jurídico. A corte listou uma série de restrições para que a legislação atual continue sendo aplicada até que uma nova seja aprovada, no máximo até junho de 2018.

Foto: DPA / picture-alliance

Ataque suicida do Talibã deixa pelo menos 28 mortos em Cabul


Nesta terça-feira (19/04), um ataque suicida deixou pelo menos 28 mortos e 327 feridos no centro de Cabul, capital do Afeganistão. O Talibã assumiu a autoria do atentado. O grupo explodiu um caminhão em frente a uma agência de segurança do governo e depois a invadiu, trocando tiros com as forças governamentais.

Foto: Rahmat Gul / AP

 

França desiste de lei que retira dupla nacionalidade de terroristas


Nesta quarta-feira (30/03), o presidente da França, François Hollande, anunciou que vai retirar o projeto de lei que previa a retirada da nacionalidade de pessoas condenadas por terrorismo e que tivessem dupla nacionalidade. O principal motivo seria a falta de apoio parlamentar. O governo apresentou a proposta de revisão constitucional dias depois dos atentados de novembro de 2015 em Paris. O projeto também previa a inscrição na Constituição da lei do estado de emergência.

Foto: C. Petit Tesson / DPA/ picture-alliance

Atentado terrorista deixa mais de 72 mortos no Paquistão


Pelo menos 72 pessoas morreram e mais de 350 ficaram feridas após um atentado no Paquistão neste domingo (27/03). Ataque foi realizado por um homem-bomba em um parque em Lahore, segunda maior cidade do país. Segundo autoridades locais, maioria das vítimas são mulheres e crianças. O Talibã assumiu a responsabilidade pelo ataque, afirmando que alvos eram cristãos que comemoravam a Páscoa.

Foto: A. Ali / Getty Images/ AFP

Atentado na Bélgica desafia a União Europeia


Em análise da Stratfor, argumenta-se que o atentado ocorrido na Bélgica no dia 22 de março vai desafiar ainda mais a União Europeia em suas crises social, política e econômica. Segundo o artigo, forças de extrema direita devem se fortalecer ainda mais e questionar os fundamentos do próprio bloco regional, tais como a livre circulação de pessoas.

Emmanuel Dunand / AFP / Getty Images.

(mais…)

Ataque de drone dos EUA mata “dezenas” de terroristas no Iêmen


O Pentágono anunciou nesta terça-feira (22/03) que um ataque com um drone no Iêmen matou “dezenas” de pessoas. Segundo militares dos EUA, vítimas eram militantes da Al-Qaeda na Península Arábica (AQAP, em inglês) que se encontravam em um campo de treinamento de terroristas. Esse foi o segundo ataque com drones com alto número de vítimas realizado pelo país este mês.

Foto: Isaac Brekken / Getty Images

Estado Islâmico assume autoria de atentados que deixaram mais de 30 mortos na Bélgica


O grupo “Estado Islâmico” (EI) assumiu a autoria dos atentados terroristas que ocorreram nesta terça-feira (22/03) na Bélgica. Ataques deixaram pelo menos 30 mortos e mais de 100 feridos. Bombas explodiram no aeroporto de Bruxelas, o maior do país, e em uma estação de metrô, próxima da sede das instituições europeias. Atentados aconteceram quatro dias depois da prisão no país do principal suspeito de organizar os ataques de Paris no final do ano passado.

Foto: Ketevan Kardava / Reuters / 1Tv.GE

Dilma sanciona Lei Antiterrorismo com vetos


Foi publicada em edição extra do Diário Oficial desta quinta-feira (17/03) a Lei Antiterrorismo (13.260/2016). A presidente Dilma Rousseff sancionou a norma com oito vetos, incluindo sobre os artigos que incluíam depredação de meios de transporte e bens públicos na definição de terrorismo. Além disso, também foram vetados os artigos que definiam crime a apologia e relacionavam terrorismo com meio ambiente.

Foto: Matias Maxx.

Brasil e Tunísia aumentam cooperação militar para combater jihadismo


Nesta terça-feira (15/03), o ministro da Defesa da Tunísia, Farhat Horchani, revelou que o Brasil ofereceu ampliar a cooperação militar com o fim de combater o jihadismo no norte da África. A cooperação se daria tanto no campo de formação como na venda de material e equipamento. Além de questões econômicas, comerciais e políticas, os oficiais dos dois países também discutiram um programa de troca de estudantes entre escolas estatais e militares.

Foto: Zoubeir Souissi / Reuters

Atentado na Turquia deixa 34 mortos, governo ataca curdos em resposta


Neste domingo (13/03), ao menos 34 pessoas morreram e 125 ficaram feridas após um carro-bomba explodir em Ancara, capital da Turquia. Mesmo que nenhum grupo tenha assumido a autoria do atentado, autoridades de segurança turcas atribuíram a responsabilidade ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). Nesta segunda-feira (14/03), o governo turco iniciou uma série de ataques contra posições do PKK no leste do país e no norte do Iraque.

Foto: Str / picture-alliance/ DPA

Atentado terrorista na Costa do Marfim deixa pelo menos 18 mortos


Pelo menos 18 pessoas morreram neste domingo (13/03) em um atentado no balneário Grand-Bassam, na Costa do Marfim. O governo informou que os três terroristas foram neutralizados pelas Forças de Segurança. Entre as vítimas do atentado estão, além de costa-marfinenses, cidadãos da Alemanha, de Burkina Faso, da França e de Camarões. Dois soldados também morreram no ataque. O grupo Al-Qaeda no Magreb Islâmico reivindicou a autoria.

Foto: S. Kambou / Getty Images/ AFP

A nova lei chinesa de combate ao terrorismo


Em artigo publicado na revista The Diplomat, Zunyou Zhou analisa a nova lei contraterrorista da China. A legislação, que entrou em vigor este ano, dá definição ao termo “terrorismo”, obriga empresas de tecnologia a prover auxílio técnico a esforços contraterroristas, restringe a atuação da mídia em caso de ataques terroristas e estimula a participação popular no combate ao terrorismo. Lei foi criticada por abrir espaço para possíveis violações de direitos humanos e espionagem industrial.

thediplomat_2015-06-03_00-39-39-386x256

Foto: Departamento de Defesa dos EUA / Chad J. McNeeley.

União Europeia inaugura novo centro de combate ao terrorismo


A União Europeia (UE) abriu nesta segunda-feira (25/01) um novo centro de combate ao terrorismo. Segundo o diretor da Europol, o órgão, sediado na Haia, deve atuar no compartilhamento de inteligência, no rastreamento de combatentes extremistas na Europa e cortando seus meios de financiamento. Segundo a UE, continente vive a maior ameaça terrorista dos últimos dez anos.

460x

Foto: AP.

Mais de 25 mortos em atentado em universidade do Paquistão


Pelo menos 25 pessoas morreram nesta quarta-feira (20/01) em um atentado contra uma universidade no norte do Paquistão, na cidade de Charsadda. Ataque foi realizado com granadas e vitimou estudantes, professores e seguranças, além dos próprios terroristas. Segundo a imprensa local, um líder do talibã paquistanês assumiu a autoria do ataque.

pakistanhospital

Foto: EFE.

Atentado terrorista deixa 23 mortos em Burkina Faso


A capital de Burkina Faso, Uagadugu, sofreu nesta sexta-feira (15/01) com atentados terroristas da organização Al-Qaeda no Magreb Islâmico (AQMI). Ataque ocorreu em um restaurante e um hotel e deixaram pelo menos 23 mortos. O grupo ainda fez mais de uma centena de reféns, libertados após operação de forças de segurança francesas e do país.

160116121006_cerco_hotel_burkina_faso_reuters_640x360_reuters_nocredit

Foto: Reuters.

EUA considera expandir luta contra EI a outros países


O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Ash Carter, sinalizou, na última quarta-feira (13/01), a  possibilidade de expandir a luta contra o grupo “Estado Islâmico” (EI) para outros países além do Iraque e da Síria. Intervenções e ataques aéreos em outros territórios seriam legitimados por leis aprovadas após os ataques de 11 de setembro de 2001. O EI se faz presente também no Iêmen, no Afeganistão e na Líbia, entre outros.

635882908951095017-1564754-1

Foto: U.S. Air Forces Central Command.

Dois atentados terroristas em Jalalabad no Afeganistão


A cidade afegã de Jalalabad foi vítima de dois atentados terroristas na última semana. Na quarta-feira (13/01), um ataque ao consulado paquistanês da cidade deixou dez mortos, três terroristas e sete membros das forças de segurança afegãs. O grupo “Estado Islâmico” assumiu a responsabilidade. Já no domingo (17/01), um homem-bomba causou 14 mortes em uma reunião de líderes tribais. O Talibã negou envolvimento neste último.

Foto: AP.

“Estado Islâmico” assume autoria de atentados na Indonésia


Uma série de ataques coordenados abalaram a capital da Indonésia, Jacarta, nesta quinta-feira (14/01). Sete explosões e troca de tiros com policiais deixaram sete mortos — um policial, um canadense e 5 terroristas — e mais de 17 feridos. Atentados visaram um centro comercial, que abriga um escritório da ONU, e uma estação de polícia. O grupo “Estado Islâmico” assumiu a responsabilidade pelo ataque.

4096

Foto: Bagus Indahono / EPA.

Ataque terrorista em Bagdá deixa mais de 18 mortos


Nesta segunda-feira (11/01), um carro-bomba explodiu em um shopping de Bagdá, capital do Iraque, seguido por uma invasão do local por quatro homens armados, deixando pelo menos 18 mortos e mais de 50 feridos. Os invasores ainda tomaram dezenas de reféns, que foram depois liberados pelas autoridades iraquianas. A organização extremista “Estado Islâmico” (EI) reivindicou a autoria do ataque.

bagdaaljadida

Foto: Reprodução

A falsa guerra ao terror da Arábia Saudita


Em artigo publicado no Project Sydicate com tradução do jornal Estadão (05/01), Brahma Chellaney critica o apoio da Árabia Saudita a diversos grupos terroristas pelo mundo e sua ideologia radical, o wahabismo. Segundo o autor, os países ocidentais, mesmo combatendo o terrorismo, fazem vista grossa para a política saudita devido à suas reservas petrolíferas.

obama-us-saudi-arabia_horo-1-e1396027024834-635x357

Foto: AP / Pablo Martinez Monsivais.

China aprova nova lei antiterrorismo


No final de dezembro (27/12), a China aprovou uma nova lei antiterrorismo que permite a atuação de forças militares no estrangeiro. Legislação também estabelece que empresas de tecnologia devem ajudar o governo a descriptografar informações. Além disso, mídias não estatais e redes sociais não podem fornecer detalhes de atividades terroristas, a fim de não permitir o exemplo e a imitação.

87397484_gettyimages-502475610

Foto: AFP. 

Argélia e França assinam acordo de combate ao terrorismo


A Argélia e a França assinaram nesta segunda-feira (21/12) um acordo de cooperação no combate ao terrorismo. O tratado deve aprofundar a cooperação bilateral melhorando as trocas de experiências e conhecimento na luta antiterrorista.

ALGERIA-FRANCE-DIPLOMACY-JUSTICE

Foto: Xinhua /AFP.

Egito não encontra indícios de terrorismo em queda de avião russo


Nesta segunda-feira (14/12), autoridades egípcias afirmaram que, durante as investigações, não foram encontrados indícios de um ataque terrorista na queda do avião de passageiros da companhia russa Metrojet no final de outubro. Tanto a Rússia quanto países ocidentais afirmaram que Airbus A321 foi provavelmente derrubado por uma bomba plantada por organização terrorista. O grupo “Estado Islâmico” chegou a anunciar a responsabilidade pelo atentado.

018854827_30300

Foto: picture-alliance / dpa / M. Grigoriev.

Oposição e rebeldes sírios concordam em juntar-se para negociar com o governo de Assad


Nesta quinta-feira (10/12), rebeldes e oposicionistas sírios pela primeira vez concordaram em juntar-se em uma única entidade para negociar com o governo de Bashar al-Assad em um possível processo de paz. Reunião em Riade, capital da Arábia Saudita, durou cerca de dois dias e foi palco de grandes disputas entre membros mais moderados e os islamistas. Um dos maiores e mais radicais grupos rebeldes, o Ahrar al-Sham, bastante próximo da Al-Qaeda, chegou a abandonar as reuniões em desagrado. Todos concordaram que Assad deve deixar o poder em qualquer processo de paz e que a Síria deve se tornar um país democrático e plural.

Foto: Abdulmonam Eassa / AFP / Getty Images.

Bélgica lança operações contra terroristas


A polícia da Bélgica realizou nesta segunda-feira (23/11) sete novas operações de combate ao terrorismo em Bruxelas e Liège, resultando em cinco detenções. No domingo (22/11), as autoridades belgas lançaram 19 operações e 16 pessoas foram detidas. A capital Bruxelas encontra-se em alerta máximo para terrorismo.

5652d5a627b24-image

Foto: AP Photo / Virginia Mayo.