testes balísticos

Conselho de Segurança da ONU condena testes de mísseis balísticos pela Coreia do Norte


Na última quinta-feira (23/06), o Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU) condenou os recentes testes com mísseis balísticos feitos pela Coreia do Norte. A declaração foi feita após um comunicado de Pyongyang relativo ao sucesso dos testes com o míssil balístico de médio e longo alcance, Hwasong-10. De acordo com o CSNU, essa atitude é uma “grave violação” das obrigações internacionais da Coreia do Norte, estabelecidas através de antigas resoluções do Conselho, representando um aumento na capacidade do país em entregar ogivas nucleares. Há diversas resoluções do órgão da ONU contra os programas nuclear e de mísseis balísticos norte-coreanos, sendo que a última foi aprovada em março de 2016.

Foto: Reuters/Mike Segar

Foto: Reuters / Mike Segar.

Anúncios

EUA impõe novas sanções sobre Irã por testes com mísseis balísticos


Após o fim das sanções sobre o Irã por seu programa nuclear e um acordo de libertação de prisioneiros, os Estados Unidos impuseram no domingo (17/01) novas sanções sobre Teerã, desta vez devido a testes de mísseis balísticos. As sanções são focadas em indivíduos e empresas que proveram o país com tecnologia para tais armas. Na segunda-feira (18/01), o Irã prometeu uma reação às sanções e as classificou como ilegítimas e propaganda estadunidense.

018783996_30300

Foto: IRINN.IR.

Irã realiza testes de mísseis perto de porta-aviões dos EUA


Um porta-voz do comando militar dos Estados Unidos informou que navios de guerra do Irã realizaram testes de mísseis próximos a embarcações militares da coalizão internacional que combate o grupo “Estado Islâmico”. Os testes ocorreram no dia 26 de dezembro no Estreito de Ormuz, perto do porta-aviões estadunidense USS Harry S. Truman, do destróier USS Bullkeley e de uma fragata francesa, além de barcos comerciais.

018950596_30300

Foto: picture-alliance / dpa

Coreia do Norte realiza teste de míssil balístico sem sucesso


Segundo uma agência de notícias sul-coreana, a Coreia do Norte realizou no último sábado (28/11) um novo teste de um míssil balístico lançado de um submarino da classe Sinpo. O lançamento do KN-11/Bukkeukseong-1 (“Polaris-1”) porém fracassou. Em maio deste ano, Pyongyang realizou exercício semelhante com sucesso, mas analistas consideram que míssil foi lançado de uma plataforma.

thediplomat_2015-11-29_20-08-30

Foto: KCNA.

Coreia do Sul testa novo míssil balístico


Esta semana a Coreia do Sul testou um novo míssil balístico que pode atingir todo o território norte-coreano, segundo o escritório da presidência do país. O míssil foi desenvolvido com a permissão dos Estados Unidos para estender o seu alcance para até 800km. Seul e Washington têm um acordo que limita as capacidades balísticas sul-coreanas, mas que foi flexibilizado devido a uma suposta superioridade de Pyongyang na área.

Foto: Ministério da Defesa da Coreia do Sul / Yonhap / Reuters.

China critica Coreia do Norte


Após a Coreia do Norte ter lançado mísseis balísticos de médio alcance na semana passada, a mídia chinesa criticou veementemente a postura de Pyongyang. Com as tensões entre os dois aliados crescendo, a Coreia do Norte disse que o país é “vira-casaca e nosso inimigo”.

Foto: AP / Ng Han Guan.

Foto: AP / Ng Han Guan.

(mais…)

Coreia do Sul estende alcance de mísseis balísticos


Nessa sexta-feira (04/04), a Coreia do Sul anuncou que testou um novo míssil balístico de maior alcance, chegando a 500km, e que existem planos para o desenvolvimento de mísseis que cheguem a até 800km.

Foto: Flickr / danielfoster437.

Foto: Flickr / danielfoster437.

(mais…)

Japão manda abater mísseis lançados pela Coreia do Norte


Após a Coreia do Norte ter lançado mísseis balísticos de médio alcance na semana passada, o Japão anunciou que vai usar seus destróieres no Mar do Japão para abater quaisquer mísseis lançados em abril que representem ameaça.

Destróier japonês Kirishima, classe Aegis. Foto: AFP / Jiji.

Destróier japonês Kirishima, classe Aegis. Foto: AFP / Jiji.

(mais…)

Segundo porta-voz estadunidense, Coreia do Norte se comprometeu a desativar reatores nucleares e parar testes balísticos


Foto por: AFP Photo / CCTV

N. Korea to halt nuke enrichment, missile tests – US

Russia Today – 29/02/2012

North Korea says it is ready to halt missiles tests, disable its nuclear reactors and allow IAEA observers into the country in exchange for a food aid package from the US.

US state department spokesman Victoria Nuland confirmed on Wednesday that North Korea had agreed to meet demands to disable its nuclear reactors at Yongbyon.

The US said the decision to resume food aid is linked to progress in talks on suspension of North Korea’s nuclear program.

This contradicts the official policy of the US, which states that food aid is not linked to Pyongyang’s nuclear ambitions.

The US says it will send a 240,000-metric-ton food aid package to North Korea if Pyongyang stops its nuclear tests. The US made the offer last week during talks in Beijing. Once specialists from the International Atomic Energy Agency have inspected uranium enrichment facilities, the deal can be finalized, the US says.

Moscow has praised the efforts of all parties to revive the six party talks. (mais…)