União de Nações Sul-Americanas (UNASUL)

Secretário-Geral da UNASUL comenta projeto de cidadania sul-americana


Na última quarta-feira (29/07), o secretário-geral da União das Nações Sul-Americanas (UNASUL), Ernesto Samper, afirmou que está em construção o projeto de “cidadania sul-americana” idealizado pelo bloco. A iniciativa visa a estabelecer uma  identificação de cidadania sul-americana para os mais de 400 milhões de habitantes do continente, permitindo-lhes a livre circulação e trabalho na região. Além disso, o secretário apontou para o potencial da iniciativa em servir como proteção dos mais de 25 milhões de sul-americanos que vivem no exterior — especialmente para aqueles que passam por julgamentos em tribunais estrangeiros.

Foto: Ansur.

Anúncios

UNASUL visita Suriname para tratar da crise política no país


Nesta semana, o secretário-geral da União de Nações Sul-Americanas (UNASUL), Ernesto Samper, e a presidente pro tempore da organização, a chanceler venezuelana Delcy Rodríguez, visitaram o Suriname para tratar da crise política no país a convite do presidente surinamês Desiré Bouterse. Bouterse está sendo julgado pelo assassinato de 15 opositores políticos na década de 1980 pela Suprema Corte do Suriname, apesar da existência de uma lei de anistia, o que o levou a afirmar que há uma crise constitucional acontecendo. Representantes da UNASUL reuniram-se com diversos membros do governo e garantiram que continuarão monitorando a situação para que não haja rupturas democráticas no Suriname.

Foto: Nodal.

Equador chama embaixador no Brasil para consultas e defende atuação da Unasul


Nesta quarta-feira (18/05), o Equador anunciou que chamou seu embaixador no Brasil para consultas sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.  O governo equatoriano também se mostrou favorável a  uma atuação relevante da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) na crise do Brasil.

Ministro das Relações Exteriores do Equador, Guillaume Long Foto: Rodrigo Buendia / AFP

Unasul demonstra preocupação com afastamento de Dilma Rousseff


Nesta quinta-feira (12/05), o secretário-geral da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), Ernesto Samper, demonstrou preocupação com o afastamento da presidente brasileira Dilma Rousseff. Ele afirmou que a instabilidade política do Brasil, devido ao seu peso regional, pode afetar a estabilidade democrática da América do Sul. Segundo Samper, o processo não corresponde a um crime de Dilma e pode se difundir de maneira perigosa pela região, já que abre precedente para uma maioria parlamentar afastar uma presidente eleita, a despeito do voto popular.

Samper. Foto: flickr.com / Agencia de Noticias ANDES. 

UNASUL e o gerenciamento de crises


Confira aqui o artigo de Eric Farnsworth publicado (13/10) na revista World Politics Review sobre o gerenciamento de crises sul-americanas por parte da União das Nações Sul-Americanas (UNASUL), órgão inter-governamental composto por países da região. A instituição tem conseguido mediar conflitos no continente, como a recente disputa entre Colômbia e Venezuela, sempre prezando pela imparcialidade e respeito à soberania.

Foto: AP / Dolores Ochoa.

Colômbia e Venezuela chegam a acordo para resolver crise na fronteira


Os presidentes da Venezuela, Nicolás Maduro, e o da Colômbia, Juan Manuel Santos, reuniram-se nesta segunda-feira (21/09) e anunciaram a normalização imediata das relações diplomáticas, a investigação das denúncias de ambas as partes e realizar uma reunião para debater o combate ao contrabando e ao narcotráfico na região. Reunião foi possível devido ao apoio e mediação dos presidentes do Equador, que preside a Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), e do Uruguai, que preside a União de Nações Sul-americanas (UNASUL).

Foto: Divulgação / UNASUL.

UNASUL e CARICOM enviarão observadores para eleições no Suriname


A União de Nações Sul-Americanas (UNASUL) e a Comunidade Caribenha (CARICOM) anunciaram hoje (21/05) que enviarão observadores para as eleições gerais no Suriname, as quais devem ocorrer no dia 25 de maio (segunda-feira). Todos os Estados membros da UNASUL devem enviar representantes, que estarão presentes em diferentes zonas eleitorais para atestar a lisura do processo de votação. Além disso, os observadores das duas organizações devem se reunir com representantes do executivo e do legislativo surinameses.

Imagem: Nodal.

Entrevista com Celso Amorim: “sem a UNASUL, os EUA não estariam mudando de posição em relação a Cuba”


Em entrevista ao jornal Clarín, o antigo ministro da Defesa e das Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim, comenta que a parceria estratégica de Brasil e Argentina é o principal fato da política externa brasileira possibilitou a criação do Mercosul e da UNASUL e que esta organização teria sido fundamental para a recente reaproximação entre Cuba e EUA. Amorim também fala da integração regional sul-americana e seus benefícios ao Brasil e ao continente, afirmando que objetivos de curto prazo devem ser deixados de lado em prol do longo prazo. Além disso, para ele a política externa dos Estados Unidos no segundo mandato de Barack Obama está cada vez mais se assemelhando à política externa brasileira ao priorizar engajamento e diálogo ao invés do confrontacionismo com Cuba e Irã, por exemplo.

Celso Amorim. Foto: Clarín / Eleonora Gosman.

Comitê Consultivo da UNASUL discute desenvolvimento de avião de treinamento


Nos últimos dias 21, 22 e 23 de abril, foi realizada reunião do Comitê Consultivo do Projeto Unasur I, que trata do desenvolvimento do avião de treinamento a ser construído conjuntamente por Brasil, Argentina, Equador e Venezuela nos marcos do Conselho de Defesa da UNASUL. O objetivo principal do encontro foi definir o instrumental jurídico para conformação da empresa Unasur Aero S.A. Até o momento, somente o Brasil não manifestou interesse em comprar os aviões. A Argentina planeja encomendar 50 aeronaves, o Equador 18 e a Venezuela 24, totalizando 92 aviões. A ideia é instalar a planta industrial em dois anos na base aérea El Libertador, em Palo Negro (Venezuela), e começar a construir as aeronaves entre 2020 e 2021.

Foto: S2 Maxiel Gómez, Diario de Venezuela

 

Proposta de Criação de uma Corte Penal para a UNASUL


Estão começando discussões incipientes a respeito da criação de um tribunal penal sul-americano no âmbito da UNASUL. Nesse sentido, foi realizado em Buenos Aires um seminário organizado pela Associação Americana de Juristas (AAJ) para tratar do tema. A iniciativa partiu da Procuradoria-Geral do Equador. Nas conversas inciais, esse tribunal proposto teria um aspecto de vanguarda que o distanciaria de cortes existentes: ele julgaria casos de crime organizado transnacional cometidos na região e não somente questões de direito humanitário.

Foto: Agência EFE

 

Brasileiro é eleito primeiro secretário-geral da Escola Sul-Americana de Defesa


A União das Nações Sul-Americanas (UNASUL) informou pelo seu twitter que o professor brasileiro Antonio Ramalho foi eleito primeiro-secretário-geral da Escola Sul-Americana de Defesa (Esude), que será inaugurada nesta sexta-feira (17/04), em Quito, capital do Equador. O anúncio ocorreu depois de os vice-ministros de Defesa de vários países da região terem realizado uma reunião a portas fechadas na sede da UNASUL, no norte de Quito, na véspera da comemoração do oitavo aniversário de criação da organização.

Antonio Ramalho. Foto: MD / Jorge Cardoso.

Unasul criará Escola Sul-Americana de Defesa neste mês


O Secretário-Geral da Unasul, Ernesto Samper, foi a Buenos Aires para debater com o ministro da defesa argentino, Augustín Rossi, para debater a criação da Escola Sul-americana de Defesa (Esude). A escola, que foi proposta pela Argentina, será fundada oficialmente no próximo dia 17 de abril, durante reunião de cúpula ministerial na sede da Unasul, em Quito. Samper destacou a importância da Esude para a integração sul-americana e de suas forças militares.

Foto: teleSUR

Foto: teleSUR

Reino Unido vai reforçar presença militar nas Malvinas


O Ministro da Defesa britânico, Michael Fallon, afirmou que seu país vai reforçar a presença militar nas Malvinas, afirmando que segue havendo uma “ameaça muito viva” da Argentina. Para tanto, o governo britânico desembolsará mais de 260 milhões de dólares nos próximos dez anos. A iniciativa foi criticada pela Casa Rosada, que afirmou que o governo de David Cameron está se utilizando das Malvinas para aumentar seu gasto militar, “enganando seus cidadãos com fantasmas do passado.”

Foto: Reuters / Enrique Marcarian

Foto: Reuters / Enrique Marcarian

Unasul é única organização reconhecida por governo e oposição na solução da crise política venezuelana


A atuação da Unasul na solução negociada da crise política venezuelana contrasta com a recente atitude estadunidense em sancionar autoridades do país. Na última semana, chanceleres da Unsaul foram ao país e ouviram governo e oposição para garantir que não haja uma ruptura democrática. Em nota, o Itamaraty afirmou que “a Unasul é hoje o único organismo internacional que conta com a aprovação tanto do governo como da oposição para levar adiante a promoção do diálogo entre os venezuelanos”.

Foto: Agência Efe

Foto: Agência Efe

Países da Unasul ajudarão Venezuela na distribuição de produtos básicos


O Secretário-geral da Unasul, Ernesto Samper, afirmou que os países-membros da organização cooperarão com a Venezuela na distribuição de produtos básicos. O país passa por uma crise de fornecimento de alimentos e medicamentos; governo e setor empresarial se acusam mutuamente como culpados pelas dificuldades econômicas. Os países da Unasul passarão a integrar a Venezuela em seus canais de distrbibuição de produtos de primeira necessidade.

O Secretário-geral da Unasul, Ernesto Samper (esquerda). Foto: Reuters / Carlos Garcia Rawlins

O Secretário-geral da Unasul, Ernesto Samper (esquerda).
Foto: Reuters / Carlos Garcia Rawlins

Os desafios da integração sul-americana após a morte de Hugo Chávez


Reportagem do Opera Mundi aborda os desafios encontrados pela integração sul-americana após a morte de Hugo Chávez, ferrenho defensor do regionalismo. Com um discurso de uma integração regional pelo anti-imperialismo, Chávez se consolidou como um líder da causa sul-americana, juntamente com Kirchner, também falecido, e Lula, que não ocupa mais cargo político. Entretanto, intelectuais entrevistados pelo Opera Mundi rejeitam que a integração se baseie sobre figuras políticas do momento, e que constitui um processo histórico econômico-social que deve transgredir mandatos individuais.

Foto: Wikicommons

Foto: Wikicommons

Unasul vai mediar tensão política entre governo e oposição na Venezuela


Os chanceleres de Brasil, Colômbia e Equador, somados ao Secretário-Geral da Unasul, Ernesto Samper, irão a Caracas na próxima sexta-feira (06/03) para mediar as tensões entre governo e oposição venezuelanos.  A situação se degradou no país com a prisão do prefeito de Caracas, Antonio Ledezma, acusado de conspirar contra o governo.

Foto: M. Gutiérrez

Foto: M. Gutiérrez

Pepe Mujica critica postura argentina sobre integração regional


Em entrevista ao jornal argentino Perfil, o presidente uruguaio Pepe Mujica comentou vários temas da política regional sul-americana e dos esforços de integração. Segundo ele, a liderança do processo integrador cabe ao Brasil, mas que também se faz necessário que os outros países da região acompanhem essa mobilização. Para Mujica, a Argentina, país determinante para a consolidação de blocos regionais, costuma virar as costas para a integração. O presidente uruguaio também tratou de como ocorre a interação entre fatores políticos internos e a política externa nos países sul-americanos.

Foto: Reuters

Foto: Reuters

Unasul enviará observadores para as eleições na Guiana


O presidente da Guiana, Donald Ramotar, solicitou à Unasul o envio de uma missão de observadores para a acompanhar as eleições gerais que estão marcadas para 11 de maio. O Secretário-Geral da organização, Ernesto Samper Pizano, já confirmou o envio de uma missão técnica. A Unasul trabalha na construção de uma estrada entre Brasil, Venezuela e Guiana.

O presidente de Guiana, Donald Ramotar, e o Secretário-Geral da Unasul, Ernesto Samper Pizano. Foto: Unasul

O presidente de Guiana, Donald Ramotar, e o Secretário-Geral da Unasul, Ernesto Samper Pizano.
Foto: Unasul

Integração sul-americana: desafios vistos dos Andes


Tulio Vigevani analisa as dificuldades para a integração sul-americana do ponto de vista dos países andinos. As questões econômicas e de desenvolvimento são as mais importantes para estes países, que desejam que a coordenação entre as nações sul-americanas tenha por objetivo uma posição mais privilegiada nas cadeias globais de produção. Vigevani afirma que certamente avanços já foram alcançados, mas uma real complementaridade entre os países sul-americanos deve vir a partir de sua competitividade internacional.

Os impasses da integração regional vistos dos Andes equatorianos, por Tulio Vigevani

Foto: Golo / Flickr / Creative Commons

Foto: Golo / Flickr / Creative Commons

UNASUL inaugura sede no Equador e adota cidadania sul-americana


Presidentes e representantes dos países sul-americanos viajaram ao Equador para participar da 8ª Cúpula Extraordinária da UNASUL (União de Nações Sul-Americanas), na qual inaugurou-se a primeira sede do organismo, em Guayaquil, a 420 km de Quito. A reunião, que teve início na quarta-feira (03/12) e se encerra hoje (05/12), deu o primeiro passo para o estabelecimento da livre mobilidade na região, com a chamada “cidadania sul-americana”.

Foto: Ernesto Samper / Twitter.

Foto: Ernesto Samper / Twitter.

(mais…)

Países da UNASUL definem requisitos técnicos para drone regional


Depois de quatro dias de discussões, os doze países membros da União das Nações Sul-Americanas (UNASUL) conseguiram entrar em consenso e definiram os requisitos técnicos do sistema VANT (Veículo Aéreo Não Tripulado), também conhecido como drone, regional da América do Sul. As definições foram tomadas em encontro realizado na última semana em Salvador.

Representantes dos países da UNASUL. Foto: Karla Imad / MD.

Representantes dos países da UNASUL. Foto: Karla Imad / MD.

(mais…)

Cúpula em Quito marca “novo despertar” da Unasul


Inauguração da nova sede da União de Nações Sul-Americanas (UNASUL) e debates sobre um passaporte sul-americano estão na pauta do encontro, voltado a retomar esforço de integração do subcontinente. Cooperação política deve nortear trabalho do bloco.

Foto: teleSUR

Foto: teleSUR

(mais…)

Colômbia e Equador apresentam resultados do processo de integração e desenvolvimento fronteiriço


Os chanceleres de Colômbia e Equador apresentaram resultados da cooperação binacional para integração e desenvolvimento fronteiriços. Os dois países vêm avançando com projetos de integração de infraestrutura e de segurança nas suas fronteiras.

Foto: Ministerio de Relaciones Exteriores y Movilidad Humana

Foto: Ministerio de Relaciones Exteriores y Movilidad Humana

(mais…)

Venezuela e Colômbia manterão reuniões trimestrais


Os ministros de relações exteriores de Colômbia e Venezuela afirmaram que manterão suas reuniões trimestrais para tratar de cooperação securitária, energética e econômica. Uma ponte binacional na fronteira entre os países deverá ser inaugurada no ano que vem.

Foto: AVN

Foto: AVN

(mais…)

Unasul será vigilante em relação a casos de ruptura democrática, diz secretário


O secretár-geral da Unasul, Ernesto Samper, afirmou à presidenta brasileira que organização será vigilante quanto a rupturas democráticas na região. Prioridades da agenda da Unasul são o combate às desigualdades e promoção da competitividade na América do Sul.

Foto: Yuri Cortez / AFP / Getty Images

Foto: Yuri Cortez / AFP / Getty Images

(mais…)

Unasul inaugurará sede no Equador em dezembro


A Unasul deve inaugurar sua sede em Quito, capital do Equador, no próximo mês. O Ministro de Relações Exteriores do Equador, Ricardo Patiño, afirmou que a construção está quase concluída e convidou todo o povo sul-americano para prestigiar sua inauguração em 5 de dezembro.

Foto: teleSUR

Foto: teleSUR

(mais…)

Itamaraty cobra explicações da Venezuela por acordo com MST


A visita do ministro venezuelano para o Poder Popular das Comunas e Movimentos Sociais, Elias Jaua, sem aviso prévio causou mal-estar no governo brasileiro. O Itamaraty exige esclarecimento da embaixada venezuelana. O líder da oposição no Congresso convoca Figueiredo a falar sobre o caso.

O ministro venezuelano Elias Jaua: em visita ao Brasil, ele assinou convênio com MST sem avisar Planalto Foto: picture-alliance / dpa

O ministro venezuelano Elias Jaua: em visita ao Brasil, ele assinou convênio com MST sem avisar Planalto
Foto: picture-alliance / dpa

(mais…)

Unasul discutirá Corte Penal comum para América do Sul


Proposta encabeçada pelo Equador, a Unasul deverá discutir a criação de uma Corte Penal Comum para a região. Essa corte não substituiria as cortes nacionais dos países, mas se encarregaria de delitos pré-acordados entre os países.

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

(mais…)

Tribunal Eleitoral e Unasul relatam normalidade em eleição boliviana


Os observadores da Unasul e do Tribunal Eleitoral boliviano relataram normalidade nas eleições do último domingo, com um alto comparecimento às urnas. Há sessenta observadores da Unasul, sendo vinte e oito no território boliviano, acompanhando o pleito.

Foto: Telesur

Foto: Telesur

(mais…)